OK

Copyright TodoDia Online. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização por escrito do TodoDia Online.

Close

A carta de Cristiano Ronaldo para os torcedores

Esportes

10/07/2018-22:21:28 Atualizado em 10/07/2018-22:08:46

"Esses anos no Real Madrid, e na cidade de Madri, foram possivelmente os mais felizes da minha vida.
Tenho apenas sentimentos de enorme agradecimento a esse clube, a essa torcida e a essa cidade. Só posso agradecer a todos pelo carinho e afeto que recebi.
No entanto, acredito que chegou o momento de começar uma nova etapa na minha vida e, por isso, pedi ao clube para aceitar vender-me. Sinto-me assim e peço a todos, especialmente aos nossos torcedores, que, por favor, me entendam.
Foram nove anos absolutamente maravilhosos. Foram nove anos únicos. Foi para mim um período emocionante, repleto de considerações, mas também duro, pois o Real Madrid é um time de altíssima exigência, mas sei muito bem que jamais esquecerei que aqui desfrutei do futebol de uma maneira única.
Tive nos gramados e no vestiário companheiros fabulosos, senti o calor de uma torcida incrível e juntos conquistamos três Ligas dos Campeões seguidas e quatro Ligas dos Campeões em cinco anos. E junto a eles e aos demais, individualmente, tive a satisfação de ter vencido quatro Bolas de Ouro e três Chuteiras de Ouro.
O Real Madrid conquistou meu coração, o da minha família, e, por isso, mais do que nunca quero agradecer: obrigado ao clube, ao presidente, aos dirigentes, aos meus companheiros, a todos os técnicos, médicos, fisioterapeutas e funcionários incríveis que fazem com que tudo funcione e que cuidam de cada detalhe incansavelmente.
Obrigado mais uma vez aos nossos torcedores e obrigado também ao futebol espanhol. Durante estes nove anos apaixonantes, enfrentei jogadores grandiosos. Meu respeito e reconhecimento a todos eles.
Refleti muito e sei que chegou o momento de um novo ciclo. Vou-me, mas esta camisa, este escudo e o Santiago Bernabéu seguirei sempre sentindo como algo meu de onde eu estiver.
Obrigado a todos e, claro, como disse aqui pela primeira vez em nosso estádio há nove anos: Hala Madrid!"