OK

Copyright TodoDia Online. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização por escrito do TodoDia Online.

Close

Bélgica vira e encara o Brasil

Esportes

folhapress rússia | 02/07/2018-20:54:12 Atualizado em 02/07/2018-20:44:25
Reprodução | Facebook | Fifa World Cup
DESAFIO | Brasil e Bélgica se enfrentaram uma única vez em Copas

A Bélgica será o adversário do Brasil nas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia. Com uma virada impressionante, a seleção europeia derrotou o Japão por 3 a 2, ontem, em Rostov.
O Japão chegou a abrir dois gols de vantagem no começo do segundo tempo e esteve muito perto de avançar para as quartas. Haraguchi abriu o placar aos 2 minutos, e Inui ampliou quatro minutos depois.
Mas as boas mudanças feitas pelo técnico Roberto Martinez na Bélgica durante o jogo levaram o time belga a uma impressionante virada. O primeiro gol saiu em uma falha do goleiro Kawashima. Vertonghen o encobriu com um cabeceio aos 23 minutos.
Fellaini igualou o placar, aos 28 minutos, de cabeça, após cruzamento da esquerda. Nos acréscimos, um contra-ataque fatal definiu o placar. A bola saiu das mãos do goleiro Courtois, passou por De Bruyne e Lukaku até chegar à conclusão de Chadli, aos 49 minutos.
2002
Brasil e Bélgica se enfrentaram uma única vez na história das Copas. Foi nas oitavas de final de 2002, ano do pentacampeonato Mundial da seleção brasileira, que venceu a partida por 2 a 0.
Na ocasião, Rivaldo e Ronaldo marcaram os gols, ambos no segundo tempo. O goleiro Marcos, do Brasil, foi um dos destaques da partida.
Após a vitória da seleção brasileira sobre o México e dos belgas sobre o Japão, ontem, as duas equipes vão se encontrar nas quartas do Mundial de 2018.
Fora o jogo de 2002, segundo dados da Fifa, as duas seleções se enfrentaram outras três vezes, todas em amistosos. Os brasileiros têm outras duas vitórias e os belgas, um.
A partida amistosa mais recente entre as duas equipes foi realizada em 1988, na Bélgica, e os donos da casa perderam por 2 a 1.
Nos outros dois amistosos, placares elásticos. Os belgas venceram por 5 a 1 em 1963 e dois anos depois os brasileiros devolveram: 5 a 0.