OK

Copyright TodoDia Online. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização por escrito do TodoDia Online.

Close

Depois da greve, só aumento

Cidades

10/07/2018-22:17:42 Atualizado em 10/07/2018-22:07:49

Há cerca de um mês, o TODODIA mostrou que o preço médio da gasolina comercializada pelos postos de combustível de cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas) subiu até 7,2%  após a greve dos caminhoneiros. Os dados constam no site da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), que acompanha semanalmente as variações dos preços nas bombas.
O TODODIA comparou o preço médio da gasolina nas dez cidades da RMC acompanhadas pela ANP na semana de 20 de maio a 26 de maio, durante a greve, e com a última semana, que foi de 10 de junho a 16 de junho. Houve aumento em todos os municípios.
A menor elevação registrada naquele período foi em Paulínia, com o preço médio indo de R$ 4,195 para R$ R$ 4,316, ou seja, 2,9% a mais. Já a maior alta ocorreu Hortolândia, onde a gasolina saltou de R$ 4,073 para R$ 4,365 (7,2%).
| ANDRÉ ROSSI