OK

Copyright TodoDia Online. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização por escrito do TodoDia Online.

Close

Os recordes a serem batidos

Esportes

FOLHAPRESSSÃO PAULO | 13/06/2018-19:41:07 Atualizado em 13/06/2018-20:17:24

A Copa do Mundo da Rússia começa hoje e neste ano poderemos ver novos nomes assumirem destaques nas estatísticas da Fifa. Artilharia, indisciplina, número de jogos... Veja alguns dos recordes que podem ser batidos na edição de 2018 do Mundial. | FOLHAPRESS
MAIOR NÚMERO DE PARTIDAS
A Alemanha (foto) é a seleção com maior número de partidas em Copas: 106. O Brasil tem duas a menos e, se sobreviver mais tempo que os algozes do 7 a 1 pode tomar a frente.
Imagem Anterior
Imagem Próximo
1/1
MAIOR NÚMERO DE VITÓRIAS
No número de vitórias, o Brasil lidera com 70 partidas vencidas. Alemanha tem quatro a menos e pode tomar a frente em 2018.
 
INDISCIPLINA
A Argentina foi quem mais levou cartões em todas as Copas somadas: 120, entre amarelos e vermelhos. Alemanha, com 117, e Brasil, com 108, não estão muito longe disso.
NÚMERO DE GOLS
Copas com maiores números de gols:
2014 e 1998 - 171 gols marcados
2002 - 161 gols marcados
2006 - 147 gols marcados
1982 - 146 gols marcados
Com dez gols marcados, o alemão Thomas Müller (foto) pode igualar seu conterrâneo Miroslav Klose, artilheiro das copas, com 16. Müller marcou cinco em 2014 e o feito de marcar seis vezes numa Copa não é inédito. Só nas últimas dez Copas, nove jogadores já bateram essa marca, entre James Rodrigues (COL) em 2014, e Ronaldo (BRA) com oito tentos em 2002.
JOGADOR MAIS VELHO
Imagem Anterior
Imagem Próximo
1/1
Com 43 anos e 3 dias, o goleiro colombiano Faryd Mondragon se tornou o mais velho a jogar numa Copa em 2014. Também goleiro, o egípcio Essam El-Hadary (foto) pode bater o recorde. Ele terá 45 anos e 150 dias na estreia.
ARTILHARIA
Com dez gols marcados, o alemão Thomas Müller (foto) pode igualar seu conterrâneo Miroslav Klose, artilheiro das copas, com 16. Müller marcou cinco em 2014 e o feito de marcar seis vezes numa
Copa não é inédito. Só nas últimas dez Copas, nove jogadores já bateram essa marca, entre James Rodrigues (COL) em 2014, e Ronaldo (BRA) com oito tentos em 2002. 
Imagem Anterior
Imagem Próximo
1/1