OK

Copyright TodoDia Online. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização por escrito do TodoDia Online.

Close

Produtores da Copa

Clube Gourmet

15/06/2018-17:16:28 Atualizado em 15/06/2018-21:17:58

Com a chegada da Copa do mundo da Rússia, todas as atenções do mundo estão voltadas a esse país que além de ser famoso pelas grandes conquistas mundias no esporte e ser referência na cultura e na dança, agora vem se destacando com o crescente aumento do consumo de cafés, já que a bebida mais consumida até então é o chá. De acordo com o jornal Russo Izvêstia; "O consumo de café na Rússia cresceu 20% durante os primeiros sete meses de 2017, de acordo com os dados do Serviço Federal de Alfândega do país (FTS, na sigla em russo).Entre janeiro e julho de 2017, a importação de café do tipo arábica não torrado cresceu 66% e de café robusta 32%, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Ao mesmo tempo, as importações de chá e chicória caíram 8%.Brasil, Etiópia, Colômbia e Honduras continuam a ser os principais fornecedores do produto à Rússia. Segundo especialistas do mercado de café, esse crescimento se deve não apenas ao aumento do consumo, mas também ao surgimento de uma nova cultura de café no país. Embora o chá continue a ser a bebida mais popular entre os russos, em sete anos, a situação mudará a favor do café, segundo os especialistas. De acordo com o diretor-geral da associação Roschaykofe, Ramaz Chantúria, o consumo em 2017 cresceu 20% em comparação com o ano anterior".Pensando nesse momento vamos aos nossos grandes adversários na Copa do Café!!
Com unanimidade está nosso grande Campeão!!! - Brasil
Grande Campeão em 1º lugar em produção e exportação de café no mundo. Disparado a nação que mais leva esse grão no peito!!
Produção (2016/17):Com 56,10 Milhões de sacas produzidas, sendo 45.6 Milhões em Arábica e 10,5 Milhões no Conilon. Dentre as principais variedades produzidas estão a: Mundo Novo, Catuaí (Amerelo e Vermelho) e Bourbon (Amarelo e Vermelho) .Predomina o processo Natural na produção de grãos.
Sempre embolando nosso meio de campo!!! - Colombia
Destaque não só em campo, mas também na produção mundial de café, está em 3º no ranking com produção( 2016/17) de 14,56 Milhões de sacas, sendo 100% de Arábica, ode se destacam as variedades: Bourbon, Maragogipe, Tabi, Caturra e a Variedad Castillo. Predomina a produção de CD (cereja descascado), além de ser fermentado em tanques para poder realçar ao máximo os sabores dessa preciosidade.
Nasce um campeão!!!!! Isso mesmo!!! - Peru
Ocupando a 10° colocação na produção mundial com 4,3 Milhões de sacas (2016/17), sua produção é quase exclusivamente arábica, sendo que se destacam as variedades: Typica e Caturra, o cultivo ocorre entre 100mt a 1800mt. Mas a grande surpresa e onde eles levantam o caneco é ocupando o posto de 1º lugar em exportação de café orgânico certificado do mundo, sendo os EUA seu maior mercado consumidor.
No nosso calcanhar como sempre, vem crescendo a cada ano não só em campo, mas também no mercado de café!!!- México
Vem se destacando na produção de café a cada ano, com 3,39 Milhões de sacas(2016/17) , ocupa a 5º colocação no ranking mundial, sendo que 80% da produção é exportado e seu principal mercado consumidor é os EUA. O México vem se recuperando de uma recente infestação de uma praga chamada ferrugem, onde tiveram que praticamente refazer os cafezais.Suas principais variedades são: Criollo, Bourbon, Caturra, Catimor, Maragogipe e Mundo Novo.
Sempre cruzando nossos caminhos !!! - Costa Rica
Ocupando a 14º colocação em produção mundial com 1,56 Milhões de sacas, vem se destacando no cultivo de cafés especiais 100% Arábica, das variedades Caturra e Catuaí, onde desde 1989 ficou proibido através de lei o cultivo de café Robusta ou Conilon. Hoje a Costa Rica é destaque no mercado mundial, pois vem recebendo incentivo através do Icafe (Instituto del café de Costa Rica), onde os produtores vem melhorando a qualidade a cada ano, visando principalmente o mercado Norte Americano.
Um bom adversário para treinarmos!!! - Panamá
Não é um grande produtor, mas é destaque mundial na produção de um dos cafés mais caros do mundo, o da variedade Geisha, originária da Etiópia e consumido pela família imperial japonesa. É cultivado nas montanhas panamenhas a uma altitude que varia entre 1200mt a 1800mt em terrenos de origem vulcânica. O microclima dessa região é responsável pelo sucesso dessa variedade no mundo todo, atendendo principalmente os mercados de Taiwan, Japão, Corea do Sul, Austrália e EUA. Agora que conhecemos nossos adversários na Copa do Café, nada melhor do que se possível provarmos o que cada um faz de melhor para apurarmos cada vez mais nosso paladar!!
Bons cafés!!!
Fábio Rios é geográfo de formação e coffee hunter de profissão e por paixão!
Sua colaboração no Clube Gourmet será publicada uma vez ao mês.