OK

Copyright TodoDia Online. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização por escrito do TodoDia Online.

Close

Vereador busca ação jurídica contra Executivo

Cidades

BETO SILVA SANTA BÁRBARA D'OESTE | 03/05/2018-23:35:50 Atualizado em 03/05/2018-23:35:29
RESERVAS | Vereador reclama da falta de informações sobre situação de reservatórios de Sta. Bárbara

O vereador José Antônio Ferreira, o Dr. José (PSDB), reclamou das respostas enviadas pela prefeitura de Santa Bárbara d' Oeste aos seus requerimentos. O tucano tem se queixado constantemente que a administração continua não respondendo de forma clara e precisa, conforme determina a Lei Orgânica do Município (LOM), aos seus questionamentos. Na reunião desta quarta-feira, o parlamentar anunciou que vai recorrer à procuradoria jurídica da Casa para estudar quais medidas poderão ser tomadas para que a prefeitura mande as respostas.
"Fico triste com as respostas enviadas pela Administração Municipal que, rotineiramente, omite as informações solicitadas, contrariando a Lei Orgânica, que estabelece que a Prefeitura envie as informações à Câmara no prazo de 15 dias de forma clara e precisa. Vou procurar a Procuradoria da Câmara para, juntos, estudarmos medidas a serem tomadas para que a Prefeitura mande as respostas solicitadas nos requerimentos", disse.
Segundo ele, a administração não respondeu às perguntas sobre a realização de levantamento da profundidade das represas de abastecimento de água no município. O parlamentar perguntou se o Departamento de Água e Esgoto (DAE) realizou o levantamento nas represas de Santa Bárbara d'Oeste, e a resposta é de que foi realizado levantamento topográfico planialtimétrico quando as empresas entraram em canal.
Dr.José perguntou sobre a quantidade de água armazenada nas represas, qual é a técnica utilizada pelo DAE, e a resposta foi topografia do terreno, considerando o nível dágua para extrapolação do volume. Sobre a capacidade de armazenamento de água das represas, a Prefeitura informou que as represas têm capacidade para armazenar dez milhões de metros cúbicos.
O vereador justificou seus questionamentos argumentando que em 2014, durante período de longa estiagem, os reservatórios de água para abastecimento da população barbarense praticamente "sumiram", trazendo grande preocupação a todos e foram necessárias medidas de racionamento do consumo. Na oportunidade, segundo o tucano, as represas que abastecem a cidade tinham grande quantidade de areia e terra em sua profundidade, precisando desassorear os reservatórios para não prejudicar o volume de água armazenado, mas esse serviço não foi executado. A prefeitura foi procurada, por meio da assessoria de imprensa, para comentar as críticas do vereador, mas até o fechamento desta matéria não havia se manifestado.