OK

Copyright TodoDia Online. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização por escrito do TodoDia Online.

Close

Conhecendo o Rodízio do Kyoto

Clube Gourmet

01/06/2018-20:05:25 Atualizado em 01/06/2018-21:24:48

Dias atrás participei de uma degustação do Rodízio Tradicional do Kyoto Exclusive Japanese Food. Quem me conhece sabe que a gastronomia oriental não é a minha favorita, até por minhas raízes italianas, no entanto, saí de lá satisfeita e impressionada com a variedade de itens e coisas diferentes que se pode degustar em um rodízio assim. Aproveito para sugerir para quem ainda tem aquele preconceito e torce o nariz para a culinária oriental, para experimentar esse rodízio do Kyoto. Aposto que assim como eu, vai rever seus conceitos. Confira alguns dos pratos degustados nessa demonstração exclusiva que fiz.
Sashimis e suas variações
Os sashimis são fatias de peixe cru degustadas com shoyu (molho de soja) e wasabi (raiz forte) misturados em um pequeno prato ou cumbuca. Para comer embeba as fatias de peixe ou de frutos do mar crus na mistura e coloque na boca de uma só vez. Alguns tipos de sashimi são comidos com gengibre ralado em vez de wasabi. Os japoneses comem alguns diferentes tipos de peixe cru. Os mais populares tipos de sashimi são:
· Maguro:atum
· Toro: atum gordo
· Ika: lula
· Tako: polvo
· Ebi: camarão ou lagosta
· Saba: cavala (espécie de peixe)
· Sake: salmão
Imagem Anterior
Imagem Próximo
1/1
Caldos
Dashi: é um de muitos ingredientes de sopa considerado fundamental para culinária do Japão. A forma mais comum de dashi é um simples caldo de pescado ou feito aquecendo-se kombu e katsuobushi (flocos de atum seco) em água. Ele forma a base para sopa de miso, caldo para macarrão, e vários outros tipos de comidas ensopadas. Muitas pessoas usam granulado ou líquido instantâneo.
Imagem Anterior
Imagem Próximo
1/1
Saladas
 Sunomono: significa, literalmente, "coisas de vinagre". Essas saladas japonesas com molho ácido são servidas em pequenas porções, complementando refeições ou como aperitivos ou entrada (zensai), acompanhando o sake. As combinações são praticamente infinitas. Vegetais crus ou branqueados, frutos do mar (que podem ser crus, aferventados, cozidos, grelhados e, depois esfriados) e algumas frutas são utilizados nesse tipo de prato. Não existe uma regra fixa. Mas o consenso geral é de usar ingredientes gelados e toda a água deve ser escorrida para não diluir o molho. A quantidade de molho empregada fica a critério de cada um, mas certamente, pouco vinagre resultará em um prato sem personalidade e demais, o sabor dos ingredientes se perderá. Vale dizer que as receitas mais conhecidas de sunomono são a de pepino com gergelim torrado (aquela com o pepino fatiado bem fininho que quase todos os restaurantes servem de entrada) e uma versão mais completa dela mesmo, que leva wakame (alga marinha),harussame (macarrão de arroz transparente) e kani kama (massa de peixe e caranguejo).
Imagem Anterior
Imagem Próximo
1/1
Glossário
Aproveitando a oportunidade pensei, por que não mergulhar no universo da gastronomia oriental para explicar um pouco o que significa cada um dos nomes que lemos e ouvimos relacionados a comida japonesa e que muitas vezes não fazemos a menor ideia do que se trata? Com ajuda do próprio Kyoto fizemos uma seleção de palavras e seus significados. Da próxima vez que for comer, saberá exatamente o que pedir.
- Tempura: Frutos do mar e vegetais empanados e fritos em óleo fervente.
Foi introduzido no Japão pelos portugueses. Hoje em dia, tornou-se um dos pratos mais populares do Japão e também bem conhecido no mundo todo.
- Gari: são fatias de gengibre avinagradas que acompanham o sushi e servem  para limpar o paladar entre os vários pratos. Muitos não conseguem resistir a juntar o gengibre ao sushi e comê-los conjuntamente. Isto acaba por ser uma tentativa de pôr o organismo em curto circuito ao limpar e comer ao mesmo tempo.
- Harusamê: é um macarrão finíssimo feito de amido de arroz, soja, batata doce, batata comum ou, ao estilo chinês, de feijão verde (mung bean). Cru, é translúcido, porém, depois de cozido, torna-se transparente. Cozinha rápido e é, normalmente, usado frio em saladas.
Imagem Anterior
Imagem Próximo
1/1
Temperos
- Wasabi: É o principal tempero japonês. Feito da raiz de uma planta do mesmo nome, ou muitas vezes de raiz forte, costuma ser servido na forma de uma pasta verde, utilizada como condimento em sashimis e sushis. De qualquer forma, wasabi é também muito usado em outros pratos japoneses. 
- Shoyu: É o nome mais popular para o molho de origem japonesa obtido através da fermentação da soja e amplamente utilizado na culinária japonesa e chinesa no preparo de pratos como yakisoba e também utilizado para acompanhamento como no sashimi.
Imagem Anterior
Imagem Próximo
1/1
O Rei do Pedaço
  De maneira geral, você deve comer o sushi de uma vez, enfiando-o todo na boca. Você pode utilizar os hashis para pegar o sushi, ou usar as mãos. Há, no entanto, vários tipos de sushis, que mudam de nome conforme a forma de preparo ou os ingredientes utilizados.
- Sushi: É o mais famoso prato japonês no mundo. E o mais popular entre os japoneses, que os preparam em ocasiões especiais. Basicamente, o sushi pode ser definido como um bolinho de arroz coberto ou recheado por peixes ou frutos do mar crus.
- Temaki: Cones de algas recheados com arroz, peixe cru ou frutos do mar e legumes. (De fato, Temaki é o nome que os japoneses dão para qualquer sushi enrolado com a mão, sem a esteira de bambu, não importa o formato).
- Chirashi: É o sushi mais fácil de confeccionar e, por isso, o mais presente nas mesas japonesas. Chirashi sushi, ou "scattared sushi", é o arroz sushi com outros ingredientes misturados ou colocados em cima dele, principalmente frutos do mar.
Imagem Anterior
Imagem Próximo
1/1