OK

Copyright TodoDia Online. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização por escrito do TodoDia Online.

Close

Tiroteio e perseguição assustam médicos e pacientes

Polícia

FOLHAPRESS RIO DE JANEIRO | 30/04/2018-20:25:49 Atualizado em 30/04/2018-20:22:32
SEM SOLUÇÃO | Criminalidade e mortes nas comunidades Rio até cresceu com chegada de tropas

Um tiroteio no Méier, na zona norte do Rio, causou pânico entre profissionais de saúde e pacientes que estavam no Hospital Municipal Salgado Filho aguardando atendimento. Tudo ocorreu no final da noite de domingo, 29, quando dois homens armados roubaram uma motocicleta no bairro de Cascadura e seguiram para o Méier.
Na rua Arquias Cordeiro, uma das principais do bairro, eles foram avistados por uma patrulha da Polícia Militar, quando houve perseguição e troca de tiros. Em frente à estação de trem do bairro, os criminosos deixaram a moto e pularam na linha férrea, em frente ao hospital.
Houve novo tiroteio. As pessoas que aguardavam atendimento no hospital, médicos e enfermeiros ficaram assustados, e se jogaram no chão, se escondendo atrás das ambulâncias. Um dos criminosos, identificado como Mateus Pereira, 19, foi ferido no braço direito e acabou preso. O comparsa conseguiu fugir.
A Polícia Militar informou, em nota, que os bandidos estavam armados com pistolas e atiraram contra policiais militares que faziam cerco aos criminosos, em uma praça a poucos metros do Salgado Filho. Um dos homens foi preso e o outro, escapou. A moto foi recuperada.
De acordo com a PM, os assaltantes seriam da comunidade Camarista Méier, no Engenho de Dentro. Depois de medicado, Mateus Pereira foi levado para a Central de Garantias, na Cidade da Polícia, no bairro do Jacaré, onde foi autuado em flagrante.