OK
Close

Supremo confunde a Nação

A sua opinião

Paulo Panossian | Jornalista - 05/04/2018-21:47:19 Atualizado em 05/04/2018-21:42:03

O coronel João Batista Lima, amigo, e suposto arrecadador de propina de Michel Temer, que foi preso na Operação Skala, porque também por meses, com a desculpa que estava doente, se recusava a dar depoimento na PF, se mostra aparentemente também um farsante! Já que entrou na prisão em cadeira de rodas, dela saiu caminhando normalmente! Conforme divulga a coluna do Estadão.
E, mais, os colegas de cela afirmaram que em nenhum momento João Batista reclamou de sua suposta doença! Reação típica de um cidadão que tem muito a confessar como cúmplice da corrupção vigente nas nossas instituições...
Porém, fica a lição deste episódio para o ministro Gilmar Mendes, o mesmo que livra sem pestanejar corruptos da prisão, concedendo lhes habeas corpus, e que poderia ser evitado essas 13 prisões da Operação Skala, se não suspendesse com uma liminar a condução coercitiva, um método impositivo legal!
Ora, fica a impressão que parte dos ministros do STF, está brincando com a Nação! E que, esses magistrados, tampouco respeitam uma decisão do plenário, como da prisão em segunda instância aprovada por 6 votos a favor e 5 contra, em outubro de 2016, e que, agora, decidem jogar no lixo! E confundem a Nação, gerando insegurança jurídica... Por quê? Para favorecer amigos do poder?!... Infelizmente, hoje, a ameaça ao Estado de Direito, no País, vem também da nossa própria Corte Suprema...