OK

Copyright TodoDia Online. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização por escrito do TodoDia Online.

Close

Venezuela e Lula polarizam abertura da Cúpula das Américas

Brasil e Mundo

patrícia campos melo sylvia colombo lima, peru | 14/04/2018-19:22:30 Atualizado em 14/04/2018-19:17:58

O presidente argentino, Mauricio Macri, foi o primeiro a criticar a Venezuela na abertura da Cúpula das Américas, neste sábado, 14. "A Argentina vai desconhecer qualquer eleição que surja de um processo desse tipo, não é uma eleição democrática", disse. E acrescentou: "O governo da Venezuela tem de parar de negar a realidade e aceitar a ajuda internacional." Já o mandatário boliviano, Evo Morales, referiu-se ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso na semana passada, dizendo que "não se pode aprisionar a consciência de um povo". "Não há provas contra Lula. É preciso estar alerta às ameaças a nossos governos." Morales também condenou ataques à Venezuela e lamentou "que o presidente (Nicolás) Maduro não esteja aqui ao nosso lado".
O chileno Sebastián Piñera, assim como o canadense Justin Trudeau e o colombiano Juan Manuel Santos, condenou o uso de armas químicas na Síria e abordou o que consideram a falta de democracia na Venezuela. | FOLHAPRESS