OK
Close

MULTA AO USUÁRIO

Fogo Cruzado

28/03/2018-22:14:44 Atualizado em 28/03/2018-22:18:21
Arquivo | TODODIA Imagem

O vereador Marschelo Meche (PSDB) protocolou projeto de lei que promete gerar polêmica na Câmara de Americana. Ele quer regulamentar a aplicação de multa a pessoas que forem flagradas consumindo drogas ilícitas em espaços públicos de Americana. A justificativa, mais do que plausível, é de que esse tipo de atitude afasta crianças, jovens e idosos desses locais por medo.
 
 
MULTA AO USUÁRIO II
A ideia é multar em cerca de R$ 257 quem for flagrado cometendo a infração. A exceção são os moradores de rua. Neste caso, a pessoa deveria ser encaminhada para programa público de atendimento a dependentes. Resta saber se o poder público, incapaz de fazer isso com os pedintes que estão em número cada vez maior nos semáforos, conseguiria assumir mais esta tarefa.
OSSO
A Câmara de Americana aprovou nesta quarta-feira, 28, a inclusão do programa "Adote um animal, isso é legal!" na programação da TV Câmara - e com uma emenda também no site do Legislativo - para divulgar fotos, vídeos e informações de animais desaparecidos ou disponíveis para adoção no município. A aprovação foi unânime, mas um fato chamou a atenção. Na hora da votação, faltava o parecer da Comissão de Meio Ambiente, Transporte e Comunicação da qual faz parte o vereador Guilherme Tiosso, justamente o autor da proposta.
TIROS NA CARAVANA
Deputados petistas pediram nesta quarta-feira a federalização das investigações sobre ataque a tiros contra a caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Sul do país na terça. "Precisamos cobrar do poder público federal a intervenção rápida da Polícia Federal, dos órgãos de segurança federais sobre este caso", afirmou Marco Maia (RS), que classificou o caso como "atentado político". "Houve uma tentativa de assassinato."
TIROS NA CARAVANA II
Os parlamentares afirmaram que pedirão à PGR (Procuradoria-Geral da República) investigação rápida do caso e também disseram estudar medidas contra colegas que, segundo eles, incitam ações como a de terça. "Quem está cometendo esses crimes [de incitação]? São em parte parlamentares da base do presidente Michel Temer. São autoridades federais e portanto tem que ter uma investigação federal e uma punição exemplar", disse Paulo Teixeira (SP). Os deputados da bancada petista citaram o caso da vereadora Marielle Franco (PSOL), assassinada no Rio de Janeiro no dia 14 de março.
TIROS NA CARAVANA III
Na terça à noite, o líder interino do partido na Câmara, Wadih Damous (RJ), pediu ao ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, que o governo federal tomasse providências para assegurar segurança à caravana do ex-presidente Lula nesta quarta, em Curitiba.