OK
Close

Prefeitos se reúnem com Alckmin

Morungaba

05/04/2018-19:36:03 Atualizado em 05/04/2018-19:58:31
Divulgação
AUDIÊNCIA| Revogação de decreto, antecipada pelo governador, permitirão início de obras na cidade

A primeira audiência do ano do governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, com a nova diretoria executiva da Aprecesp (Associação das Prefeituras das Cidades Estância do Estado de São Paulo), realizada em fevereiro, contou com a presença do secretário do Estado de Turismo, Fabrício Cobra, resultando no atendimento dos principais pleitos da entidade.
O diálogo resultou na garantia de revogação do Decreto nº 62.032/2016 possibilitando o repasse de 20% do valor do convênio tão logo seja expedida a ordem de serviço para o início da obra contratada. "Estamos otimistas também quanto à revogação do contingenciamento dos 35% do DADE 2018, assim permitindo que as estâncias executem os projetos na totalidade", informou o presidente da associação e prefeito de Itanhaém, Marco Aurélio Gomes dos Santos.
O prefeito de Morungaba Marquinho Oliveira, membro do Conselho Fiscal da Aprecesp, participou da audiência e explicou que o município será beneficiado com a novidade: "Graças a estas articulações, Morungaba poderá dar início a diversas obras ainda neste primeiro semestre e em breve teremos boas notícias para a nossa população", comentou.
Também estiveram presentes o vice-presidente da Associação, Leandro Luciano (prefeito de Santa Rita do Passa Quatro); o 1º secretário, André Eduardo Bozola de Souza Pinto (prefeito de Socorro); o 2º secretário, Clodomiro Correia de Toledo Júnior (prefeito de Santo Antônio do Pinhal); o 1º tesoureiro, Fernando Fiori de Godoy (prefeito de Holambra); o 2º tesoureiro, Gabriel dos Santos Oliveira Rosa (prefeito de Cananeia); e membros do Conselho Fiscal Paulo Sérgio Barboza de Lima (prefeito de Águas de São Pedro); Aristides Silva Goes (prefeito de Nuporanga); Ademir Maschio (prefeito de Santa Fé do Sul) e Edson Rodrigo de Oliveira (prefeito de Monte Alegre do Sul).
A Aprecesp é uma entidade privada e sem fins lucrativos e representa os interesses e atua pelo fomento turístico dos 70 municípios estância do Estado, além de ter assento no Conselho Estadual de Turismo, na Câmara de Turismo da Federação do Comércio e no COC - Conselho de Orientação e Controle do DADETUR - Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos da Secretaria Estadual de Turismo.