OK
Close

Falou em 51, pensou numa boa ideia!

Clube Gourmet

23/02/2018-22:28:11 Atualizado em 23/02/2018-23:57:45

Terça-feira passada foi o 51º dia do ano, aproveitando este gancho o pessoal do bar Zé Bento, de Americana, promoveu uma noite de cachaças. Para refrescar, rodada de frozen de caipirinhas para todos. Drinks com a mini 51 e outros elaborados com exclusividade para o bar também fizeram sucesso. Desde a inauguração do bar que esse casal que eu adoro, Luciana e Zé Bento, promovem a marca, sendo o espaço um Canal Especial da 51! Muito legal.
Escolha acertada, cachaça premiada em Bruxelas ano passado, só posso indicar para os que gostam do destilado. Os sabores são inusitados e apresentação bastante criativa.Tradicional mesmo apenas algumas caipirinhas, porque quando o destilado é a de exportação aí a conversa é de gente grande.
Tradicional x exportação
Para quem não sabe, vale explicar que basicamente a diferença, entre a cachaça tradicional e a de exportação vai desde o teor alcoólico, já que a primeira gira em torno de 39% enquanto que a premium chega a 40%, até o plantio e adição de açúcar, coisa que apenas a tradicional têm. Não é à toa que mal chegou ao mercado brasileiro e já é sucesso, assim como nos outros 52 países, onde é comercializada.
Diferenciais
Concordo com o agente de negócios da 51, Fábio Merlin Pereira, que diz que o produto é bem fora do comum e que nem precisa ser um profundo conhecedor para perceber. Ela é muito mais leve, não é adocicada, não amarga a boca e não desce queimando. Segundo ele, isso tudo acontece pela preocupação que a empresa tem com a qualidade. Sabendo de tudo isso, acho uma boa ideia abrir uma 51 hoje. E para incentivar, contamos com uma receita super boa de um drink do Zé Bento. Apreciem com moderação!
Daikiri de framboesa
INGREDIENTES
água
refrigerante de limão
açúcar
cachaça 51 exportação
framboesa
MODO DE PREPARO
Bata no liquidificador a framboesa, o açúcar e a água, depois acrescente a cachaça exportação 51 e o refrigerante de limão.