OK
Close

Segue impasse sobre iluminação

Cidades

PEDRO HEIDERICH SANTA BÁRBARA D'OESTE | 07/12/2017-00:32:29 Atualizado em 07/12/2017-00:28:42
Arquivo | TODODIA Imagem
NO ESCURO | Denúncia já apontou que criminosos cobravam "pedágio" de quem queria fazer travessia

A Prefeitura de Santa Bárbara d'Oeste e o DER-SP (Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de São Paulo) empurram um para o outro a responsabilidade sobre a melhoria na iluminação de passarelas da Rodovia Luiz de Queiroz (SP-304), em Santa Bárbara d'Oeste. Vereadores cobram uma solução para o problema, citam que ele ocorre desde 2013, e relatam que criminosos chegaram a cobrar "pedágio" de quem queria atravessar pelas estruturas.
O assunto foi citado na sessão de anteontem do Legislativo. Uma moção foi protocolada quinta pelo vereador José Luis Fornasari, o Joi (SD). No documento, ele faz apelo ao prefeito Denis Andia (PV) pela iluminação das passarelas, citando que foi novamente procurado por moradores, "uma vez que a falta de iluminação nas passarelas tem causado transtornos e facilitado a ação de marginais".
Junto à moção, Joi apresentou o pedido de estudantes da Faculdade Anhanguera e de moradores do Jardim São Francisco, inclusive de moradores que já sofreram assaltos na passarela localizada próxima à faculdade. O parlamentar frisou no documento que a medida é simples, deve representar um baixo investimento e é "extremamente necessária e urgente".
"Por isso fiz essa moção nova ao prefeito e estou entrando com requerimento de informação para saber se foi feito TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), acordo, se a prefeitura deu resposta satisfatória pra promotora, para entender porque o MP (Ministério Público) arquivou o caso", revelou. O TODODIA questionou o MP, mas não obteve resposta.
Outro vereador, Celso Luccatti Carneiro, o Celso da Bicicletaria (PPS), também criticou a falta de ação, mostrando durante a sessão a resposta do governo do Estado ao pedido da Câmara, assinado por todos os vereadores.
Após ler a resposta do Estado de que a competência é do município, o parlamentar se indignou. "Não consigo entender isso aqui. A rodovia é do Estado, o DER é responsável e o município é responsável pela iluminação? Para mim isso é absurdo", apontou.
O DER respondeu à reportagem que a instalação da rede de iluminação pública em trechos rodoviários urbanos (sejam trevos, pontes ou passarelas) é de competência da prefeitura, por meio de acordo com a companhia de energia.
O órgão ressaltou que compete ao DER somente analisar o projeto técnico apresentado pela administração municipal solicitante e autorizar a respectiva instalação da rede de iluminação pública.
Já a prefeitura reiterou outra vez que a responsabilidade pela iluminação é do DER, já que as passarelas estão na faixa de domínio da rodovia.

Leia Mais