OK
Close

Prefeito reajusta secretariado

Hortolândia, Monte Mor e Sumaré

DA REDAÇÃO SUMARÉ | 08/12/2017-01:21:44 Atualizado em 08/12/2017-01:19:16
Divulgação | Prefeitura de Sumaré
MUDANÇAS | Secretários foram remanejados por Luiz Dalben para novas funções nesta semana

O prefeito de Sumaré, Luiz Dalben (PPS), realizou uma série de mudanças no primeiro escalão de seu governo nesta semana. O vice-prefeito Henrique Stein (SD) agora é o responsável pelas pastas de Planejamento, Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente. A Secretaria de Obras fica sob o comando de Eder Ruzza e quem assume Serviços Públicos é Aparecido Fernandes. Já o ex-secretário de Desenvolvimento Econômico, Roberto Zanaga, foi nomeado no dia 1º de dezembro para a presidência da Agência Reguladora Municipal.
"Estes ajustes são necessários para dar maior dinamismo à Administração Municipal, aproveitando os talentos de cada um em outras áreas, sempre pensando no melhor para a nossa população e nossa cidade", comentou Dalben.
Até então, o vice-prefeito Henrique Stein acumulava as secretarias de Meio Ambiente e Obras. Agora ele é responsável pelo Meio Ambiente, Planejamento e Desenvolvimento Econômico. A pasta de Planejamento era acumulada pelo secretário de Finanças, Carlos Fernandes.
"Estas três secretarias estão todas atreladas ao nosso compromisso de preparar Sumaré para os anos que vêm pela frente. Nosso objetivo é trabalhar para nossa cidade se desenvolver com planejamento e cuidado, e não apenas crescer", afirmou Stein.
Na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, também foi nomeado Vagner Cunha como superintendente de Agricultura e Turismo, cargo que estava vago. Ele deixou a superintendência de Meio Ambiente. Roberto Zanaga, que era o secretário de Desenvolvimento Econômico, assumiu a recém-criada Agência Reguladora Municipal, que vai regular e fiscalizar serviços municipais concedidos como água e esgoto, transporte público e Zona Azul.
Eder Ruzza, então secretário de Serviços Públicos, assumiu a Secretaria de Obras. Já para Serviços Públicos foi nomeado o então superintendente da pasta, Aparecido Fernandes.