OK
Close

Receptividade e mercado impulsionaram a cidade

Holambra 26 anos

PEDRO HEIDERICH HOLAMBRA | 17/10/2017-23:05:46 Atualizado em 27/10/2017-00:53:13
Divulgação | Museu de Holambra
ROTA DOS IMIGRANTES | Plantação de alimentos agropecuários impulsionou desenvolvimento

A receptividade dos brasileiros e a oportunidade de crescer no mercado das flores foram vitais para o desenvolvimento de Holambra. Camponeses holandeses vieram para o Brasil em uma época em que imigrantes não eram aceitos e viram uma chance de produzir e se desenvolver. As informações são do coordenador do Museu de Holambra, o holandês Jan Eltnik.
Colônias holandesas de camponeses saíram do país a procura de espaço para produzir, devastados após a Segunda Guerra Mundial, em 1948. Vieram com associação de produtores católicos para a antiga fazenda Ribeirão, em Jaguariúna, onde criaram a colônia Holambra I e a Cooperativa Agropecuária Holambra.
"Eram famílias grandes a procura de espaço e o Brasil era o único país que na época recebia imigração em grupo. O que atraiu para montar a cooperativa na região foi o clima, o povo receptivo", conta o historiador.
Jan recorda que inicialmente o grupo veio produzir alimentos agropecuários, grãos, carnes, leites e ovos até chegar nas flores, cartão postal da cidade. "No começo produziam alimentos e teve criação de frango que segue até hoje, temos produtores vitais para o Brasil nesta área. Oito anos depois que viram uma oportunidade de começar no mercado das flores".
Agricultores trouxeram sementes e bulbos da Holanda e colocaram no chão. O segmento demorou para "engrenar", como conta o historiador. "Lá para 57,58, que começou. E foi bem aos poucos. Produziam as flores e levavam elas nos porta malas dos carros para negociar. Aí acharam mercado em São Paulo e investiram de vez".
Em 1972 foi criado o departamento de floricultura para a venda de grande variedade de flores e plantas ornamentais e em 1981 aconteceu a primeira exposição de flores da cidade, a Expoflora, que este ano chegou à sua 36ª edição e é a maior exposição de flores da América Latina.
Em 27 de outubro de 1991 98% da população votou a favor da emancipação do distrito, surgindo assim o município de Holambra, que fazia parte de Jaguariúna.
Jan aponta a importância da colônia católica no crescimento da cidade. "Freiras e padres fizeram aulas de português na Holanda e vieram deram apoios aos imigrantes para que se acostumassem, se adaptassem".
DADOS
Holambra tem área territorial de 65,577 quilômetros quadrados. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a população estimada de Holambra até julho de 2017 é de 14.012 habitantes, com uma densidade demográfica de 172,30 habitantes por quilômetros quadrados.