OK
Close

Agência bancária a 400 metros da PM é invadida por ladrões

Polícia

PEDRO HEIDERICHAMERICANA | 11/09/2017-22:45:34 Atualizado em 13/09/2017-23:18:07
Reprodução | Google Street View
agência | Bandidos fugiram sem levar nada, segundo empresa

Uma dupla armada invadiu agência bancária do Santander na madrugada de ontem, em Americana. O cofre da agência ficou danificado, mas a dupla não levou nada, segundo a empresa responsável pela segurança e monitoramento da agência. Câmeras flagraram a dupla dentro do local e depois fugindo quando a polícia chegou.
A agência fica, segundo o Google Maps, a 400 metros da base do 19° BPMI (Batalhão de Polícia Militar do Interior), na Praça Comendador Müller. O TODODIA questionou a PM, que não respondeu.
A empresa de segurança acionou a PM (Polícia Militar) por volta de 0h20, depois de ver dois suspeitos com armas no setor de tesouraria da agência, que fica na Rua Fernando de Camargo, no Centro.
Segundo a PM, viaturas foram até o local, mas os suspeitos já tinham fugido. Eles estavam com os rostos cobertos e não foram identificados pelas imagens.
A corporação apontou que a dupla invadiu a agência após arrombar a janela do prédio pelos fundos para acessar o seu interior.
O responsável pela segurança e monitoramento da agência bancária informou aos policiais que segundo a filmagem e inspeção na agência, só foram registrados danos no cofre. Nada foi levado.
O Santander confirmou a tentativa de furto e disse que colabora com as investigações. O caso foi registrado como tentativa de furto a estabelecimento comercial e ficará a cargo do 1° DP (Distrito Policial), responsável pela área.
No fim de abril, ladrões tentaram furtar outra agência do Santander em Americana, na Rua Presidente Vargas, na Vila Pavan. Na ocasião, os ladrões danificaram a porta da frente e a porta da sala de tecnologia, mas nada foi levado, segundo a PM.
Em junho, uma quadrilha de pelo menos cinco homens encapuzados e com fuzis assaltou agência da CEF (Caixa Econômica Federal) no Jardim Rosolem, em Hortolândia. Ninguém foi preso.