OK
Close

Homem é preso após agredir a ex no meio da rua e cortar cabelo dela com faca

Polícia

Pedro Heiderich | 11/08/2017-12:24:42 Atualizado em 11/08/2017-13:58:59
Reprodução|Google Street Viewer
Vítima tinha ido buscar roupas na casa do ex quando foi ameaçada e agredida

Arthur da Silva Nascimento, 27, foi preso nesta quinta-feira (10) após agredir a ex-mulher no meio da rua em Santa Bárbara D´Oeste. Armado com uma faca, Nascimento agrediu a vítima, rasgou sua roupa e cortou o cabelo da ex com a faca. Segundo a polícia, ele confessou o crime e alegou traição. A vítima tinha ido buscar roupas na casa do ex-marido.
Conforme o 19° BPMI (Batalhão de Polícia Militar do Interior), equipe foi acionada pro volta das 17h40 para ir até a Rua Analândia, o São Joaquim, para atender agressão, a pedido da mãe da vítima. Ela relatou que sua filha tinha sido agredida pelo ex-marido na rua. A vítima, que estava na casa da mãe (localizada na mesma rua da casa do ex) contou o ocorrido.
Segundo a mulher, de idade não divulgada, ela foi até a casa do ex-marido, Nascimento, buscar algumas roupas que haviam ficado na casa dele, momento em que Nascimento a ameaçou com faca e a agrediu rasgando suas roupas. De acordo com o depoimento à polícia, a vítima aproveitou distração do autor e correu para a rua para tentar fugir.
Nascimento foi atrás e a alcançou, cortando o cabelo da ex-mulher com a faca. A vítima escapou e foi para a casa da mãe. A PM foi até a casa do acusado e Nascimento confessou o crime, segundo a corporação. Ele ainda teria dito que cortou o cabelo da ex porque ficou sabendo que foi traído, aponta o relato.
Embora o 19° BPMI aponte que em São Paulo Nascimento só tem passagens pela polícia por tráfico de drogas, ele declarou aos policiais que tinha passagem por roubo. O acusado foi detido e conduzido até a Delegacia de Defesa da Mulher junto com a faca usada no crime, as roupas rasgadas e o cabelo cortado.
A vítima foi levada por outra viatura até o hospital Afonso Ramos, onde médico constatou lesões no corpo da agredida. Na delegacia, a delegada Olívia Fonseca ratificou a voz de prisão de Nascimento pelo crime de violência doméstica com base na lei Maria da Penha e ele foi encaminhado para a cadeia de Sumaré.
O TODODIA não conseguiu falar com a vítima.

Comentários