OK
Close

167 PERGUNTAS

Fogo Cruzado

04/08/2017-23:42:05 Atualizado em 04/08/2017-23:40:26
Claudeci Junior | TODODIA Imagem

O vereador Antônio Carlos Ribeiro, o Carlão Motorista (PDT), protocolou ontem, na Câmara de Santa Bárbara d'Oeste, quatro requerimentos de informações, todos relacionados aos gastos da prefeitura com passagens aéreas, hospedagens e demais despesas relacionadas a viagens oficiais. No mês passado, o vereador retirou um pedido de informações a respeito desse tema da Ordem do Dia, depois de ouvir posicionamento contrário de vereadores da base do prefeito Denis Andia (PV), que apontaram elevado número de questões apresentadas: foram nada mais nada menos que 167 perguntas no total.
QUESTIONÁRIO ENXUGADO
Dessa vez, Carlão apresentou quatro pedidos de informações diferentes, o primeiro destinado ao prefeito, dois endereçados ao vice-prefeito Rafael Piovezan (PV), que também é superintendente do DAE (Departamento de Água e Esgoto), e o último a ser encaminhado a Miguel Brito, secretário de Desenvolvimento Econômico. Cada um dos pedidos de informações possui 11 questionamentos.
QUESTIONAMENTOS
Carlão relatou que, antes de apresentar os requerimentos, foi procurado por diversos moradores, que questionaram a real necessidade da contratação de uma empresa de viagens pela prefeitura. Por meio do pedido de informações, o vereador pergunta qual é o valor total gasto com viagens aéreas e hospedagens oficiais, além do número de viagens oficiais do prefeito nos anos de 2013, 2014, 2015 e 2016. Ele também quer saber os valores gastos com passagens aéreas, hospedagens e alimentação em viagens oficiais do prefeito em 2017. Carlão pede ainda as mesmas informações acerca do vice-prefeito e do secretário de Desenvolvimento Econômico.
INTEGRAÇÃO
O vereador Gualter Amado (PRB) protocolou na secretaria da Câmara de Americana e teve aprovado um requerimento no qual solicita a realização de audiência pública para debater a integração da pessoa com deficiência nas escolas. O parlamentar afirma ter decidido solicitar a realização da audiência após ter sido procurado por pais de alunos, entidades, conselhos e representantes da sociedade civil que relataram as dificuldades enfrentadas diariamente pelos alunos com deficiência matriculados nas escolas do município. "Acreditamos que a escola tem um papel fundamental para o aprendizado da pessoa com deficiência no convívio social, uma vez que nesses casos o professor entra também com a função de reabilitador, elaborando atividades que atendam e incluam o aluno dentro de suas habilidades e limitações. É nossa obrigação oportunizar meios e formas para que os alunos com necessidades especiais tenham as mesmas condições de aprender dos demais alunos", defende.
AUDIÊNCIA
De acordo com a proposta, a audiência pública deverá ser realizada no plenário da Câmara, no dia 5 de setembro, a partir das 19h, aberta à população. Serão convidados representantes da secretaria de Educação, Delegacia Regional de Ensino, Comissão Permanente de Acessibilidade, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, da sociedade civil e de órgãos institucionais direta ou indiretamente interessados no tema.