OK
Close

Ações para prevenir nova seca não visam longo prazo

Cidades

JOÃO CONRADO KNEIPP REGIÃO | 12/08/2017-20:51:37 Atualizado em 12/08/2017-20:51:11
Arquivo | TODODIA Imagem
RIO PIRACICABA | Captação foi modernizada em Americana

Sem chuvas significativas nos últimos dois meses, as ações tomadas pelos municípios após a severa crise hídrica foram classificadas como "imediatistas" pelo Consórcio PCJ (Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí). A avaliação da entidade é que as recentes medidas previnem novos desabastecimentos a curto prazo, mas que ao mesmo tempo não há garantias de soluções a longo prazo com o que já foi feito até agora. Entre 2014 e 2015, a região viveu a maior crise hídrica de sua história
As últimas chuvas com volume acima de 10 milímetros nos rios da região da bacia do PCJ foram registradas no dia 6 de junho, há 68 dias, segundo dados da Sala de Situação do PCJ, que monitora os rios Atibaia, Jaguari, Camanducaia e Piracicaba.
O tempo sem precipitações é considerado natural devido ao período de estiagem e segundo a gerente técnica do Consórcio PCJ, Andréa Borges, os municípios da RMC não estão na iminência de uma nova crise. "Os municípios estão preparados para o caso de um novo período sem chuvas nesse ano ou no ano que vem. O que (os gestores) correram para investir em 2014 e 2015 nos deixa numa situação tranquila", afirma.
"As ações tomadas até agora são imediatistas, não garantem a solução a longo prazo desse problema. E se vivermos um período de chuvas abaixo da média que dure cinco anos, como o Nordeste brasileiro vem enfrentando?", questionou.
Ela elenca ações em Campinas, Jaguariúna, Nova Odessa, Indaiatuba e Americana. "As ações pontuais foram os desassoreamentos de reservatórios, como em Nova Odessa, construção de reservatórios em Indaiatuba, criação de cacimbas em áreas rurais e condomínios fechados para Jaguariúna, para armazenamento de água. Americana modernizou a captação de água no Rio Piracicaba, e Campinas adotou a prática da utilização da água de reuso no Corpo de Bombeiros, por exemplo", detalhou.