OK
Close

Os azulejos de metrô

TodaGente

Texto | Claudete Campos | 12/08/2017-15:55:02 Atualizado em 12/08/2017-17:59:45

Está sendo redescoberta no Brasil uma tendência em decoração comum no exterior. Trata-se de um revestimento que faz alusão às estações de metrô. Trata-se do subway tile ou azulejos de metrô. Esse tipo de material deixa o ambiente com uma cara mais urbana. Sem falar que fica um ambiente personalizado.
Quem assiste a programas de decoração na televisão já deve ter reparado no uso deste recurso nos projetos. O apresentador Maurício Arruda já usou o material no programa Decora, pelo GNT. Trata-se da reeleitura do subway tile, o azulejo de metrô. O material relembra as paredes das estações de metrô de grandes metrópoles, como Londres e Nova Iorque.
Arquitetos e decoradores que usam os materiais falam das vantagens. É o caso da arquiteta Carmen Calixto. "O estilo industrial está muito em alta e este revestimento vem nesta onda. Já o vi sendo utilizado em projetos de interiores de várias cidades do mundo. Inclusive em lojas de grandes marcas", informou Carmen, em nota.
Nas residências, esse revestimento deixa o ambiente mais moderno. "Fica muito legal em uma cozinha ou banheiro, mas também pode ser usado em um quarto ou home theater", informou Carmen.
Em um projeto, a designer de interiores Laura Santos aplicou o azulejo de metrô em um banheiro. "Como o apartamento é antigo, mantive as louças originais e o revestimento de metrô fez esse contraste entre o vintage e o moderno", explicou. "Ele possui bordas abauladas. Isso faz com que seu brilho seja ressaltado, dando destaque à peça", explica Laura.
Saiba mais
- Diversidade
Por causa do aumento da procura pelos azulejos de metrô, o mercado passou a oferecer mais opções de cores e marcas. O tamanho não podem variar muito para não descaracterizar o estilo, informou Carmen Calixto.
- Rejuntes escuros
Para destacar o material, a recomendação de Carmen Calixto é apostar em rejuntes escuros para evidenciar o material. Mas utilizar um rejunte de cor similar também resulta em uma composição "poderosa e harmônica", disse. "Por fim, ainda existe a opção de se instalar as peças com as bordas desencontradas ou alinhadas. O resultado será sempre muito interessante", informou Carmen.