OK
Close

Plano de saúde animal

TodaGente

05/08/2017-21:15:25 Atualizado em 05/08/2017-21:15:15

Cuidar de um animal de estimação exige carinho, atenção constante e recursos financeiros. Os gastos aumentam quando ele fica doente, surge alguma emergência ou quando envelhece, por causa de consultas médicas, exames e medicamentos. Já foi criado plano de saúde para pets com e sem pedigree, nos mesmos moldes dos planos médicos dos seres humanos. O plano cobre consultas, exames e internações.
O plano de saúde surgiu depois do crescimento dos segmentos de alimentos, serviços, medicamentos veterinários e cuidados com higiene. O Health for Pet foi criado em 2014 para oferecer plano de saúde para cães e gatos na Capital paulista. Em três anos, se espalhou pelo Estado de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Curitiba. Também oferece serviços em Campinas.
"Os princípios da Health for Pet estão guiados pelos valores da ética, inovação, relacionamento e amor. Em primeiro lugar, temos que tratar todos os nossos segurados com amor, para que possam desfrutar dessa amizade incondicional que só os pets são capazes de oferecer", disse, em nota, o presidente da empresa, Fernando Leibel.
O plano, informou a empresa, oferece os mesmos recursos da medicina humana, como tomógrafos, ressonâncias, tratamentos oncológicos e ortopédicos, UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) Veterinárias e atendimento personalizado. Os valores iniciais variam de R$ 68 a R$ 323, de acordo com as coberturas. A venda é feita por corretores.
PLANOS
Foram criados quatro planos pela empresa. Um deles é para enfermidades corriqueiras e cobre consultas, exames, vacinas, procedimentos ambulatoriais, inclusive urgência e emergência. Outro cobre internações, pareceres de especialistas, exames laboratoriais e exames de imagem e cirurgias. Um terceiro é para cobertura completa, ambulatorial e hospitalar e exames por imagem. E o quarto plano prevê todos os tipos de coberturas e reembolso por serviços realizados fora da rede credenciada.
Saiba mais
Estatísticas
A Abinpet (Associação Brasileira da Indústria de Produtos Para Animais de Estimação) estima que o Brasil tem a segunda maior população de cães, gatos e aves canoras (que cantam) e ornamentais no mundo e é o quarto maior país em população total de animais de estimação. São 52,2 milhões de cães, 22,1 milhões de gatos, 18 milhões de peixes, 37,9 milhões de aves e mais 2,2 milhões de outros animais. O total é de 132,4 milhões de pets.
Mercado pet
Hoje, o mercado pet já representa 0,38% do PIB brasileiro, à frente dos setores de geladeiras e freezers, componentes eletroeletrônicos e produtos de beleza. Em 2014, a indústria de produtos para animais de estimação faturou R$ 16,7 bilhões, 9,86% a mais do que em 2013 (R$ 15,2 bilhões). Em 2006, esse número era de R$ 3,3 bi, informou a Abinpet. O Pet Food representou 66,9% do faturamento, seguido por Pet Serv (17,8%), Pet Care (8%) e Pet Vet (7,3%). No mundo todo, o maior mercado ainda é os EUA, com 30,9% dos US$ 98,4 bilhões totais. Atrás estão: Brasil (7,3%), Reino Unido (7%) e França (5,8%).