OK
Close

Giro por aí

Brasil e Mundo

12/08/2017-17:53:40 Atualizado em 12/08/2017-17:50:19

DONALD TRUMP 1
Ante a escalada retórica entre EUA e Coreia do Norte, o líder chinês, Xi Jinping, pediu em telefonema ontem ao presidente americano, Donald Trump, que evite "palavras e atos" capazes de "exacerbar" a tensão na península Coreana, informou a TV estatal chinesa. Trump tem dito de forma recorrente em discursos que Pequim precisa auxiliar os EUA a conterem as ambições nucleares e bélicas da Coreia do Norte, aliada chinesa. No diálogo, Xi exortou todas as partes a "dar provas de moderação" e a "manter um rumo geral de diálogo, negociações e acordo político".
DONALD TRUMP 2
A Venezuela rechaçou a declaração recente de Donald Trump contra o regime de Nicolás Maduro.
Anteontem, o presidente dos Estados Unidos disse que não descarta uma "opção militar" contra o país latino-americano, "se for necessário". Em resposta, o chanceler venezuelano Jorge Arreaza disse, ontem, que "rechaça de forma categórica e contundente as declarações pouco amigáveis e hostis" de Trump, que considera uma "insólita agressão".
PROTESTOS E MORTES NO QUÊNIA
Ao menos 11 pessoas foram mortas no Quênia no dia seguinte à divulgação do resultado da eleição presidencial no país. O Quênia foi tomado por uma onda de protestos que questionam a reeleição do presidente Uhuru Kenyatta. Os atos são reprimidos duramente pela polícia. De acordo com as agências de notícias, a repressão aos protestos no país deixou 11 mortos.