OK
Close

Precoces

Lance Livre por Claudio Gioria

Claudio Gioria | Editor-chefe do TODODIA e escreve aos sábados - 07/07/2017-23:02:24 Atualizado em 08/07/2017-00:06:18

Foi de última hora que o técnico Edson Vieira resolveu mandar a campo o jovem Tielis na estreia do Rio Branco na Copa Paulista, sábado. Problemas na inscrição de Lucas Duni deram a este jovem de 16 anos e 267 dias sua primeira oportunidade no profissional, depois do golaço que marcou contra o Independente no empate em 1 a 1 pelo Paulista sub-17, quando driblou seis adversários (veja no http://bit.ly/2tJ7rCa).
Tielis entrou para um seleto grupo de jogadores que estrearam com a camisa do Rio Branco antes de completar 17 anos. Fizemos hoje uma lista destes atletas. Como não se tem conhecimento da idade da estreia de todos os jogadores que já passaram pelo Rio Branco, pela falta de informações de datas de nascimentos, não dá para cravar que sejam apenas esses seis os precoces, mas se existirem outros, certamente dará para contar nos dedos.
Piracicabano, Tielis aparece em terceiro dessa lista, mas é o único entre os seis que foi titular em seu jogo de estreia, além de ter jogado os 90 minutos.
Confira os seis mais jovens jogadores que estrearam com a camisa do Tigre, todos os que estavam na faixa dos 16. A lista tem atletas que conseguiram projeção nacional, como o volante Alexandre, e outros que estrearam e encerraram a trajetória no Tigre no mesmo jogo.
TIAGO SILVA
16 ANOS E 219 DIAS
Estreia: Rio Branco 1 x 3 Bragantino
Data: 28/1/2007
Competição: Paulistão
Técnico que o lançou: Zé Teodoro
Meio-campista, iniciou e encerrou a carreira no Tigre. Começou na base, em 2005, e parou este ano, após a Série A-3. Foi vice-campeão da Copa São Paulo de 2008, mas já havia estreado no profissional um ano antes, quando substituiu Rodrigo Pontes contra o Bragantino. Fez 48 jogos com a camisa do Tigre, em três passagens, e marcou um gol, justamente em seu jogo de despedida, na derrota para o Nacional por 3 a 1 pela Série A-3.
ANDRÉ
16 ANOS E 243 DIAS
Estreia: Rio Branco 1 x 0 Matonense
Data: 16/10/2002
Competição: Copa Mauro Ramos
Técnico que o lançou: Diolei Candido
Mal havia estreado no profissional e despertou o interesse do Cruzeiro, que em 2003 comprou os direitos federativos de cinco jogadores da base do Rio Branco, entre eles, os do atacante André. Também chamado de André Macalé, virou André Luis quando defendeu o Grêmio. Chegou ao Tigre aos 13 anos e estreou no profissional entrando no lugar do também atacante Tales.
TIELIS
16 ANOS E 267 DIAS
Estreia: Rio Branco 0 x 0 Atibaia
Data: 1/7/2017
Competição: Copa Paulista
Técnico que o lançou: Edson Vieira
Natural de Piracicaba, Tielis jogou a Copa São Paulo de Juniores deste ano e disputa o Paulista sub-17 (já fez nove gols em 12 rodadas). Pelo Tigre, jogou também o Paulista sub-17 do ano passado, aos 15 anos (um gol em 11 jogos) e o estadual sub-15 de 2015 (sete jogos, sem marcar gol). Antes do Tigre havia jogado no sub-13 do Primavera, no estadual de 2013. É o único desta lista a ser titular em sua estreia, jogando os 90 minutos.
CHARLES
16 ANOS E 337 DIAS
Estreia: Mogi Mirim 3 x 0 Rio Branco
Data: 13/9/2006
Competição: Copa Federação
Técnico que o lançou: Vander Batistella
Eram passados 15 minutos do 2º tempo e o Rio Branco empatava sem gols com o Mogi Mirim em 0 a 0 pela Copa Federação Paulista de 2006. Foi quando o meia Charles entrou no lugar de Victor. Em meia hora, o Mogi fez 3 a 0. Charles nunca mais jogou pelo Rio Branco.
WESLEY
16 ANOS E 341 DIAS
Estreia: XV de Piracicaba 3 x 1 Rio Branco
Data: 16/9/2012
Competição: Copa Paulista
Técnico que o lançou: Carlos Rabello
Esteve no elenco que foi campeão da Série A-3 de 2012, mas não chegou a entrar em campo. Estreou com a camisa do Tigre na última rodada da Copa Paulista daquele ano, entrando no lugar de Airton, com o Tigre já eliminado da competição. Foi seu único jogo com a camisa do Rio Branco.
ALEXANDRE
16 ANOS E 350 DIAS
Estreia: Portuguesa 2 x 1 Rio Branco
Data: 31/1/1996
Competição: Paulistão
Técnico que o lançou: Cláudio Duarte
Volante reserva no início do Paulistão de 1996, estreou entrando no lugar de Charles e ganhou a posição durante o campeonato. Em outubro daquele ano acabou emprestado ao Guarani. No ano seguinte, foi emprestado por R$ 100 mil ao São Paulo, que logo depois comprou seu passe por mais R$ 800 mil. Seguidas contusões atrapalharam sua carreira, inclusive em seu retorno ao Tigre, em 2013, depois de defender também Internacional (RS) e Vitória de Guimarães (Portugal), entre outros clubes.