OK
Close

CORREDOR 1

Fogo Cruzado

27/07/2017-23:54:27 Atualizado em 27/07/2017-23:54:14

O prefeito de Hortolândia, Angelo Perugini (PDT), publicou no Facebook que esteve com o governador Geraldo Alckmin (PSDB), no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, para discutir a retomada das obras do Corredor Metropolitano, cujo trajeto passa pela Ponte Estaiada. O deputado Campos Machado (PTB) participou do encontro.
CORREDOR 2
"Com a continuidade e conclusão das obras da via expressa de ônibus, conseguiremos colocar a ponte para funcionar. Saí da reunião com a garantia do governador de que a ordem de serviço para reinício das obras acontecerá até o final deste ano. O Estado está em processo de contratação de uma nova empresa para retomar a obra e concluí-la com agilidade", escreveu o chefe do Executivo.
CORREDOR 3
Segundo a publicação de Perugini, as obras viárias de continuidade do Corredor Metropolitano terão sequência após a Ponte Estaiada, passando pelo Jardim Nova América, até chegar à Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença (SP-101), na entrada do Jardim Boa Vista, próximo ao presídio, onde será implantado o novo trevo de acesso à Hortolândia, no km 5 da rodovia. O projeto da Ponte da Integração (estaiada), em Hortolândia, custou R$ 77,6 milhões. A obra teve início em 2012 e ainda não foi encerrada. Em maio, a previsão dada pelo Executivo foi de que os serviços seriam encerrados ainda em 2017.
PROFESSORES
O vereador de Americana Marschelo Meche (PSDB) comentou em rede social a abertura de inquérito pelo MPT (Ministério Público do Trabalho) para apurar suposta atuação de estagiários como professores na rede de ensino da cidade devido a deficit de profissionais. A prefeitura nega a informação. "Resultados em Educação são sempre no longo prazo; por isso muitos políticos falam de qualidade, mas não agem para apurar e discutir os rumos de todos os fatores que implicam no sucesso das práticas pedagógicas no ambiente da escola pública (...) Não tem vaga? Seu filho está sem professor? Você tem dúvidas sobre a qualidade do ensino? Não deixe isso quieto, exponha ao seu representante popular e vamos discutir soluções junto ao Poder Executivo!", incentivou o tucano.
EXAMES
O vereador Fábio Valadão (PRTB), de Paulínia, protocolou na Câmara um projeto que prevê que os laboratórios particulares e conveniados à rede pública coletem os materiais para exames laboratoriais de idosos e portadores de deficiência em suas casas ou nas unidades mais próximas de saúde, para facilitar o acesso ao serviço. "Pensei nesse projeto justamente para dar condições a quem tem dificuldade de locomoção a realizarem seus exames de maneira mais segura e confortável", explica Valadão.