OK
Close

Subidas e descidas

TodaGente

Texto | Claudete Campos Foto | Claudeci Jr. | 13/07/2017-23:57:07 Atualizado em 15/07/2017-20:39:22

O Circuito Nova Odessa Running será desafiador para os corredores, por causa das subidas e descidas na Avenida Ampélio Gazzetta. A avaliação foi feita por um dos realizadores da prova, Tiago Miranda, 34, proprietário do Estúdio Corpo em Forma Funcional Running, em Americana. Assim como fez o reconhecimento do trajeto da prova com os alunos, ele sugere que os corredores façam o mesmo, para melhorar a performance na prova.
"A gente vai sair da concentração da Prefeitura de Nova Odessa e pegar uma das avenidas principais que faz a ligação de Nova Odessa a Sumaré, que é a Avenida Ampélio Gazetta. Serão percursos de 5 e 10 Km de muita elevação, subidas. Então será importante que os atletas que se inscreveram façam reconhecimento do percurso. É desafiador. Eu falo, assim, que é um percurso onde a galera não está acostumada a participar em eventos de corrida de rua, com muitas subidas (...) Vamos dizer que é um circuito em que sai um pouco da zona de conforto, mas é um percurso bacana. A gente preparou tudo do bom e do melhor, tanto na organização, quanto no percurso. Criamos esse trajeto para desafiar o participante do Circuito Nova Odessa Runnning", disse Tiago.
O professor de Educação Física Renan Aparecido Alves dos Reis, 33, um dos idealizadores da prova, tem a mesma opinião de Tiago. "O percurso tem trechos que desafiam o atleta. A ideia de trechos com mais e menos elevação é que ele tem como ideia principal que a pessoa se desafie, principalmente consiga vencer os limites do percurso e conseguir alcançar a superação durante todo o percurso", disse Reis.
O personal trainer Diego Rafael Brunhara, 31, aconselhou os corredores a estarem descansados no dia do evento. "Para que estejam descansados o ideal é que, na semana que antecede a corrida, realizem trabalhos regenerativos com redução de cargas durante o treino. Trabalhos regenerativos auxiliam na recuperação dos atletas, o que chamamos de descanso ativo, e com isso, mantém-se o ritmo de treino, auxiliando também no processo de recuperação da fadiga muscular", orientou Brunhara.
Dicas
O atleta deve fazer um simulado com sua equipe e, se treinar individual, ir conhecer o trajeto para ter melhoria na prova.
É bom conhecer cada ponto em que pode dar uma acelerada, o ponto que pode dar uma desacelerada e uma recuperada para evoluir
Fazer uma boa alimentação um dia antes da prova, com carboidratos, proteínas, e muita hidratação no dia do evento
Atenção especial na noite que antecede ao evento. O atleta deve ter uma boa noite de sono para que seus níveis hormonais e seus níveis de energia estejam equilibrados
No dia da corrida o atleta deve procurar ativar a musculatura a ser trabalhada. Este processo deve ocorrer por meio de alongamentos e um breve aquecimento
Fontes: Tiago Miranda e Diego Rafael Brunhara