OK
Close

Saída de Róger Guedes ganha força; Verdão enfrenta o Bahia

Esportes

17/06/2017-23:05:01 Atualizado em 17/06/2017-23:04:53
Arquivo | TODODIA Imagem
GUEDES | Jogador chegou a ser repreendido publicamente

Com clima ruim no elenco, acumulando polêmicas e mostrando bom futebol, Róger Guedes, 20, está perto de sair do Palmeiras.
Contratado do Criciúma em abril de 2016, ele tem tido passagem de altos e baixos pelo clube. Controvérsias geraram farpas no vestiário com os demais jogadores. Por isso o atacante está envolvido em negociações de transferência. Hoje, ele será titular contra o Bahia, na Fonte Nova, às 16h.
São poucos os integrantes do elenco que têm algum relacionamento fora de campo com Guedes. Indicação de Cuquinha, irmão e assistente de Cuca, ele chegou como uma das poucas contratações feitas pelo treinador e não pela diretoria. Na estreia, deu passe para gol em vitória sobre o São Bernardo por 2 a 0.
Guedes é admirado por Cuca pela capacidade de marcar com intensidade a saída de bola adversária, de acompanhar o lateral e puxar contra-ataques com velocidade. Guedes foi peça importante na campanha do título brasileiro de 2016, e seu estilo de jogo casa bem com as estratégias do treinador.
Em outubro, após algumas atuações ruins e demonstrações de individualismo em campo (são frequentes as queixas de que Guedes é "fominha" por parte dos jogadores), Cuca decidiu colocá-lo no banco. A decisão não durou, já que o substituto Allione, atualmente no Bahia, não aproveitou a chance. Em abril, as tensões se acentuaram. Após Eduardo Baptista ter decidido não escalá-lo como titular contra o Peñarol, Guedes se revoltou e questionou o treinador, que disse não precisar se justificar. O atacante bateu boca com Baptista e foi expulso da concentração. No dia seguinte, o técnico pediu para o jogador se desculpar com o elenco, o que Guedes não fez.
Por conta do episódio, os outros atletas fizeram "trote" com Guedes, amarrando-o durante o treino. O atacante não gostou e teve atitude agressiva, tentando dar chutes e socos nos envolvidos.
Pouco mais de uma semana depois, Felipe Melo o repreendeu publicamente no Uruguai. O clima ruim e o interesse europeu fizeram com que o destino dele esteja quase selado fora do Palmeiras, que busca por Richarlison como possível substituto. Nas redes sociais, aparecem indícios da saída. "Vai com Deus, meu irmão", escreveu Iacovelli, das categorias de base, no perfil de Guedes.