OK
Close

Timão reitera força do elenco

Esportes

folhapress são paulo | 17/06/2017-21:32:15 Atualizado em 17/06/2017-21:32:15
Agência Corinthians
treino | Carille (dir.) observa jogada; convocados retornam

O Corinthians descartou mais um rótulo que lhe foi dado no início da temporada. Criticado por não ter peças de reposição à altura de seus titulares, o time mostrou em sete rodadas do Brasileiro que consegue fazer boas partidas mesmo sem alguns de seus principais jogadores.
Desde o início do ano, o Corinthians vem se especializando em superar rótulos criados em virtude do pequeno investimento feito na equipe.
Considerado a quarta força do Estado, venceu o título do Paulista. Criticado pela dificuldade em propor o jogo, teve mais posse de bola na maioria das partidas do Brasileiro. E a produção ofensiva melhorou - tem média de 2 gols por jogo no Brasileiro, ante 1,22 no Paulista.
A equipe tem nova chance de mostrar que tem elenco suficiente para suportar a competição hoje, quando enfrenta o Coritiba, às 11h, em Curitiba. O técnico Fábio Carille não contará com o meia Jadson, poupado por desgaste físico.
Desde a segunda rodada, o treinador não consegue escalar a formação considerada titular. Pablo e Romero perderam um jogo, enquanto Fagner e Rodriguinho, convocados para a Seleção, e o paraguaio Balbuena desfalcaram o time três vezes.
Mesmo assim, a equipe manteve o estilo e estabeleceu a melhor campanha da história do torneio em pontos corridos (iniciada em 2003) após sete jogos -conquistou 19 de 21 pontos possíveis. "Dificilmente vocês vão me ver reclamando. Temos um elenco equilibrado e a gente sabe que vai dar resposta", disse o treinador.
Ele já adiantou que os convocados atuarão em Curitiba. Fagner retorna na vaga do volante Paulo Roberto, que jogou improvisado na lateral em virtude da lesão do reserva imediato Léo Príncipe. Rodriguinho substituirá Jadson. Assim, Marquinhos Gabriel continua como titular.