OK
Close

Ícone do grunge, Cornell se mata

Cultura e Entretenimento

folhapress são paulo | 19/05/2017-00:02:24 Atualizado em 19/05/2017-00:02:17
Reprodução | Facebook
CORNELL | Músico tornou-se ídolo com banda Soundgarden

Chris Cornell, conhecido vocalista das bandas Soundgarden e Audioslave, morreu na noite de anteontem, em Detroit (EUA), aos 52 anos.
O médico legista que analisou o corpo do artista confirmou ontem aquilo de que a polícia já suspeitava: Cornell cometeu suicídio.
Segundo o porta-voz da polícia de Detroit, Michael Woody, um amigo ligou para a emergência ao encontrar o músico desacordado em um quarto de hotel. Quando a equipe médica chegou ao local, Cornell já estava morto.
Segundo a agência de notícias "Associated Press", a polícia afirma que o amigo teve de forçar a porta do quarto do músico. Ao entrar, encontrou-o morto, com uma faixa ao redor do pescoço.
Chris Cornell teve problemas com álcool e outras drogas durante a carreira.
Em 2003, ao passar por um tratamento de reabilitação, disse que gostava daquele processo de cura. "É como uma escola, é interessante. Estou vendo que posso aprender aos 38 anos." Cornell tornou-se um ícone do grunge com a banda Soundgarden, formada em Seattle, sua cidade natal, nos anos 1980. O grupo ganhou destaque no início da década de 1990, ao lado de bandas como Nirvana, Alice in Chains e Pearl Jam.
Após uma pausa com o Soundgarden, ele alternou carreira solo e outros projetos. Em 2001, juntou-se aos ex-integrantes do Rage Against the Machine -Tom Morello, Brad Wilk e Tim Commerford- e formou o Audio- slave. A banda lançou três álbuns e se manteve até 2007.
De 2010 para cá, o Soundgarden estava reunido novamente para trabalhos e turnês. Neste mês, o grupo tinha shows marcados em diversas cidades dos EUA.
A última passagem do músico pelo Brasil foi em dezembro do ano passado, em turnê solo.
Em março deste ano, ele divulgou um novo single solo, "The Promise".
Cornell deixa a mulher, Vicky Karayiannis, e os filhos Lillian, 16, Toni, 12, e Christopher, 11. Em nota, a família e a equipe do músico agradeceram aos fãs pelo amor e pela lealdade, além de pedir em privacidade e respeito.