OK
Close

TRANSPORTE

Fogo Cruzado

15/05/2017-22:44:37 Atualizado em 15/05/2017-22:44:33

Está na pauta da sessão da Câmara de Sumaré de hoje um projeto do vereador Rudinei Lobo (PRB) que tem como objetivo alterar a Lei Municipal nº 4.307/06 que dispõe sobre o sistema municipal de transporte público coletivo no município. O objetivo da alteração é a ampliação do atendimento à população, segundo o parlamentar.
VEÍCULOS COMPLEMENTARES
Atualmente, a lei permite o máximo de 29 veículos complementares no sistema municipal de transporte público coletivo e o vereador quer que 29 seja o número mínimo de veículos. "A população tem enfrentado transtornos devido à falta de opção do transporte público em nossa cidade, com poucos carros do transporte alternativo e com a ineficiência da prestadora de serviço Rápido Luxo Campinas", comentou.
FROTA
Já em Americana, em outra demanda referente ao transporte, o vereador Juninho Dias (PMDB) protocolou na secretaria da Câmara um requerimento no qual pede informações ao Executivo sobre o estado de conservação da frota de ônibus do transporte coletivo urbano em circulação na cidade.
QUEIXAS
No documento, o parlamentar relata que recebeu queixas de moradores. "São várias as reclamações vindas dos usuários desse meio de transporte aos gabinetes dos vereadores, como dúvidas quanto ao itinerário, falta de linha de ônibus para determinado local, tempo de espera e atrasos, superlotação, falta de manutenção nos abrigos ou ponto de ônibus e a má conservação dos veículos", afirma.
QUESTIONAMENTOS
O vereador questiona quais são as empresas que prestam o serviço de transporte público hoje no município, qual a vigência do contrato de cada uma e quantos veículos estão disponíveis em circulação. Pergunta também se no contrato de concessão existe prazo para vistoria nos veículos e tempo para renovação de frota. O requerimento será discutido e votado pelos vereadores em Plenário, durante a sessão ordinária de quinta-feira.
UBER
Mesmo tendo solicitado 15 dias de afastamento da Câmara de Americana por motivos de Saúde, o vereador Marschelo Meche (PSDB) tem postado assuntos que envolvem o Legislativo local em sua página no Facebook. A Uber, empresa de serviço de caronas pagas, tem sido uma das abordadas nas postagens. "Em Santa Bárbara d'Oeste, a comissão de Justiça deu parecer de inconstitucionalidade para a proibição do serviço (da Uber e empresas similares). Essas proibições são uma afronta ao direito de mobilidade! Precisamos lutar por leis que atendam, em primeiro lugar, o conjunto da sociedade", escreveu o tucano, que criou um projeto com o intuito de regulamenta o serviço na cidade. A proposta está em tramitação na Casa.