OK
Close

Devido a superlotação, HC suspende atendimentos em suas alas pediátricas

Cidades

JOÃO CONRADO KNEIPP CAMPINAS | 22/05/2017-23:38:41 Atualizado em 22/05/2017-23:38:19
Divulgação
HC | Medida vale desde sexta

O HC (Hospital das Clínicas) da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) suspendeu, por tempo indeterminado, os atendimentos nas alas pediátricas do PS (Pronto-Socorro) Pediátrico da unidade. Por conta da superlotação dos leitos, a Urgência Pediátrica, a UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) Pediátrica e a Enfermaria Pediátrica não estão recebendo mais pacientes desde sexta.
A informação foi divulgada pelo próprio HC. A suspensão de outras internações foi tomada, segundo a assessoria, como uma medida de segurança para garantir a qualidade e segurança na prestação dos atendimentos.
A UTI Pediátrica do HC, que tem capacidade para atender dez pacientes, já mantém 12 crianças internadas com ventilação mecânica. Na Urgência Pediátrica são 12 leitos e todos estão ocupados. Já a Enfermaria de Pediatria, que conta com 48 leitos, também está lotada. A maioria dessas crianças é acometida por bronquiolite, especialmente o VSR (Vírus Sincicial Respiratório).
Segundo a Assessoria de Imprensa do HC, a Cross (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde), o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), o Resgate e as prefeituras da região já foram avisados para não encaminhar pacientes até a normalização da situação. Demandas espontâneas estão sendo avaliadas pela classificação de risco ou redirecionadas à rede.
Não há previsão para liberação de novas internações.
"A Superintendência do Hospital de Clínicas da Unicamp esclarece que todas as equipes multidisciplinares da Pediatria não têm medido esforços para prestar um atendimento digno aos pacientes recebidos na unidade, e por isso conta com a compreensão da população até que a situação se normalize", comunicou o HC, em nota.