OK
Close

Rio e Paraná apuram se jogo fez jovens tentarem suicídio

Brasil e Mundo

19/04/2017-23:03:20 Atualizado em 19/04/2017-23:03:18

Ao menos dois Estados -Rio de Janeiro e Paraná- investigam se adolescentes que tentaram suicídio foram motivados pelo jogo da Baleia Azul, que circula em redes sociais. A "brincadeira" consiste de uma série de desafios, que culminam na tentativa de suicídio.
Há, segundo as polícias locais, dois casos confirmados em cada Estado e boatos de situações similares em outras regiões do País.
A Secretaria de Segurança e a Polícia Civil do Paraná decidiram montar, ontem, uma força-tarefa para investigar responsáveis por incitar essas tentativas de suicídio no Estado. Até agora, ninguém morreu, mas dois adolescentes que tentaram se matar na última semana -um em Curitiba e um em Pato Branco (a 440 km da capital)- participavam do jogo.
O adolescente de Curitiba chegou a pedir aos colegas de escola que o filmassem enquanto ele pulava do alto de um prédio. A polícia foi acionada para impedir a tentativa.
"Houve um surto de ontem para hoje", disse o secretário de Segurança, Wagner Mesquita. Além dos dois casos, outros quatro adolescentes tentaram se matar tomando remédios. Há ainda outras três suspeitas.
Todos os episódios aconteceram com jovens de 13 a 17 anos com sinais de automutilação. "Há um mesmo padrão de comportamento", disse Mesquita.
Caso os possíveis identificados como responsáveis pela incitação sejam maiores de idade, podem ser indiciados por induzimento ao suicídio -a pena é de um a três anos se a instigação resultar em lesão corporal grave. No Rio de Janeiro, a polícia identificou cinco possíveis vítimas entre 12 e 15 anos -duas foram confirmadas, uma foi descartada e outras duas ainda serão ouvidas. | FOLHAPRESS