OK
Close

Dez clubes no mesmo 'bolo'

Esportes

LUIZ PENINHA | AGÊNCIA OLEPRESS AMERICANA | 20/03/2017-22:45:12 Atualizado em 20/03/2017-22:44:42
Sanderson Barbarini | Foco no Esporte
FÁBIO BAIANO | Com dores, deixou o jogo contra o São Carlos

O Campeonato Paulista da Série A-3 está acirrado. Três pontos separam dez equipes na competição, do primeiro time da zona de rebaixamento, o Marília, que tem 17, até o sexto colocado, o Rio Branco, com 20. Há oito clubes entre Rio Branco e Marília.
Entre essas equipes, quem vencer pega o elevador e quem perder desaba na tabela. O Tigre soma 20 pontos, e é seguido por Matonense (19); Grêmio Osasco, Comercial e Desportivo Brasil (18) e Portuguesa Santista, São José, Atibaia, Taboão da Serra e Marília (17).
O Monte Azul, adversário de amanhã, às 15h, do Tigre, soma 21 pontos e está na quarta colocação, por isso a partida é mais um confronto direto que o Rio Branco tem pela frente.
O time americanense, desde 2009 quando fez a final da Série A-2 contra o Monte Azul, não sabe o que é vencer em Monte Azul Paulista. Foram três derrotas (em 2009, por 3 a 2; em 2013, por 1 a 0; e no ano passado, por 2 a 1), além de um empate sem gols em 2015, todos os jogos válidos pela Série A-2. As equipes vão se enfrentar pela primeira vez na Série A-3.
Devido a essa intensa disputa na Série A-3, o Catanduvense, lanterna com cinco pontos e com uma diferença de 12 para o primeiro time fora da zona da degola, já é considerado um virtual rebaixado à quarta divisão do estadual. O time de Catanduva perdeu dois jogos por WO, devido à interdição de seu estádio.
Para o jogo de amanhã, o técnico do Tigre, Edson Vieira, não poderá contar com o meia Bismark e o volante Fábio Baiano, mas poderá levar Thiago Silva, recuperado de entorse no tornozelo e terá o zagueiro Diogo, que teve seu julgamento adiado no TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) pela expulsão contra o Atibaia, a pedido do clube americanense. O novo julgamento ficou para segunda.
O Rio Branco deve ter diante do Azulão uma equipe com Ronaldo; Pablo, Luiz Paulo, Diogo e Nichollas; Corrêa, Cezinha e Romário; Wellington, Bruno e Wallace.
Vieira testou algumas formações táticas, no treino de ontem, porém não deu pista de qual vai utilizar, mas ficou claro que está preocupado em anular as principais jogadas do adversário.