OK
Close

CORAÇÃO DE MÃE 1

Fogo Cruzado

13/03/2017-23:40:33 Atualizado em 13/03/2017-23:40:21

Conforme esta coluna adiantou na semana passada, o ex-prefeito de Americana Erich Hetzl Junior (PDT) foi contratado em cargo de comissão como assistente executivo da Prefeitura de Hortolândia, lotado na Secretaria de Governo, com salário de R$ 8.828,52. A publicação da contratação ocorreu sábado no diário oficial, com data de contratação em 6 de março.

CORAÇÃO DE MÃE 2
Nos bastidores, três "pais" são citados pela indicação. O mais forte é o ex-prefeito de Campinas Hélio de Oliveira Santos, o Dr. Hélio (PDT), com quem Perugini tem forte ligação. Hélio foi cassado em 2011, em meio a um escândalo de fraude envolvendo a Sanasa (Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento). Também há comentários de que a indicação de Erich tenha partido do deputado estadual do PV de Americana, Chico Sardelli, e do ex-deputado estadual pelo PT, também de Americana, Antonio Mentor.
CORAÇÃO DE MÃE 3
Quatro dias após ser criticado em editorial pelo jornal O Liberal, que apontou que a saúde parece não ser prioridade e pode esperar, o prefeito Omar Najar (PMDB) contratou o jornalista Thomaz Farias Fernandes, que atuava no jornal, para desempenhar as funções de "chefe da comunicação" da prefeitura, embora já exista um profissional com essa tarefa. Omar foi cobrado pelo jornal pelos fechamentos de postos de saúde, sob a alegação de que não tem dinheiro, e também criticado pela nomeação do vereador Odair Dias (PV) como secretário de Meio Ambiente, embora o ex-titular Eraldo Camargo continue por lá. O editorial conclui que "a prefeitura não tem dinheiro para manter profissionais da saúde em atividade, mas consegue nomear comissionados". E a história se repetiu na Comunicação. Thomaz Fernandes, que já foi repórter do TODODIA e atuava no jornal O Liberal (que tem uma das sócias casada com o presidente do PMDB de Americana, o secretário de Cultura Fernando José Giuliani), foi contratado como assessor técnico. Na portaria de sua nomeação não consta a graduação do cargo, cuja remuneração varia de R$ 3 mil a R$ 5,8 mil.
CORAÇÃO DE MÃE 4
Até então, as informações de bastidores eram de que Sérgio Franco seria dispensado. Havia uma insatisfação do governo com a divulgação das ações. Mas Franco, que trabalhou na campanha de Omar e teria sido indicado ao cargo por Giuliani, comunicou no dia 1º de março, por e-mail, que entraria em férias. Ele é registrado como chefe de Gabinete do secretário, cujo vencimento bruto é de R$ 6,2 mil.
CORAÇÃO DE MÃE 5
Quando voltar de férias, Franco terá seu futuro definido, informou o secretário de Governo, Juninho Barros, via assessoria. Franco disse apenas que ainda não tinha conversado nada sobre o assunto. A Comunicação é subordinada à Secretaria de Governo, pasta do PV, costurada pelo deputado estadual Chico Sardelli, também do PV. O mesmo PV, do "pedinte de cargos" Chico Sardelli, ganhou a Secretaria de Meio Ambiente, que abrigou o vereador Odair Dias.