OK
Close

Espaço otimizado

TodaGente

Texto | Claudete CamposFotos | Divulgação | 25/02/2017-16:59:17 Atualizado em 25/02/2017-17:07:39

Decorar ambientes pequenos é sempre um desafio. A primeira regra básica é comprar móveis que caibam na casa ou apartamento. E depois é só seguir as dicas de especialista sobre recursos que podem ser usados para criar ambientes amplos em pequenos espaços.
A designer de interiores Tássia Pereira disse que cada cantinho deve ser bem aproveitado. Então, recomenda recorrer a móveis planejados, com mais de uma função e retráteis, para não prejudicar a circulação no ambiente. "Planejar o mobiliário é o segredo para manter o ambiente organizado e com espaço o suficiente para guardar objetos que ocupam espaço e atrapalham a passagem", orienta Tássia.
Outra dica é integrar os ambientes. "Integrar ou não ambientes, tem muito a ver com a personalidade do morador, muitos não gostam, pois acham que a privacidade é perdida, por outro lado, a sensação de estar em um ambiente maior é inevitável", afirmou a especialidade.
Truques para ampliar os ambientes
Mobiliário: Móveis com alturas mais baixas colaboram para que o campo visual do proprietário fique o mais livre possível. Mobiliários versáteis e multiuso auxiliam no aproveitamento de espaço, como cama box baú, mesas retrateis, sofás cama, buffets com portas e gavetas, gabinetes e nichos para guardar pufes. Pufes podem ser usados como assentos adicionais;
Cores e texturas: Paredes com texturas pesadas, como grafiatos e mosaicos de pedra natural, deixam o ambiente menor. Ao contrário, paredes com cores claras e neutras e cortinas na mesma linha de cores evitam a segmentação da parede. Cores mais fortes para mobiliários podem ser pontuais, como estofado de uma poltrona, quadros mais coloridos ou um móvel;
Espelhos: Os espelhos ajudam a ampliar espaço por conta do reflexo que eles produzem. Dar preferência para que o reflexo seja para áreas amplas, como varandas, corredores, ou que o reflexo traga a luz de janelas ou paredes lisas e claras. Os espelhos devem ser grandes, de preferência do chão até o teto;
Iluminação: É indicado o uso de iluminação indireta, como arandelas e painéis iluminados nas paredes. Sancas no teto com iluminação indireta, uso de spots embutidos e lustres pequenos ajudam a criar essa sensação, por não poluírem visualmente o ambiente. E deixam o ambiente mais confortável e aconchegante.
Fonte: Designer de Interiores Tássia Pereira