OK
Close

Lã de pet é novidade na construção

Imóveis

claudete camposregião | 11/02/2017-18:10:14 Atualizado em 11/02/2017-22:52:32
Divulgação
inovação | Transformação de garrafas em placas visa menos poluição

A preocupação com a sustentabilidade tem crescido entre as pessoas. E de olho nesse mercado, uma empresa está aproveitando lã de garrafas pets em projetos de construções residenciais, comerciais e da indústria. Em projeto recente, a empresa utilizou placas de um produto da marca feitas com 43 mil garrafas plásticas na ampliação de um espaço de exposição de artes. Depois, essas placas também podem ser recicladas.
A empresa Trisoft informou que quer revolucionar o pensamento sustentável para o mercado de edificações. "Queremos que entre em pauta não apenas a beleza e qualidade dos produtos utilizados, mas o quanto eles impactam positivamente no meio ambiente", diz o diretor da empresa, Maurício Cohab. Com a transformação das garrafas em placas, deixarão de obstruir as vias e poluir os rios. Depois que a pessoa se desfaz da obra, os produtos podem ser vendidos e reutilizados.
Segundo o diretor, esse material feito com lã de garrafa pet é mais durável do que os convencionais, porque suporta água sem danificar o produto, é flexível e resistente. "Os forros convencionais não suportam água, deformando e gerando manchas, o que não acontece com o Isosoft, que pode ser lavado. O Isosoft não absorve a água, ou seja, não pesa", explicou o diretor. Além disso, o produto é antialérgico, atóxico e não propaga chamas, explicou o diretor.
APLICAÇÕES
Para se ter uma noção, o produto com pet é usado em forros, fabricação de divisórias, isolamento de ruído de impacto entre lajes e entre pisos em unidades habitacionais; em filtragem de ar condicionado; envoltório de dutos de ar condicionado para não ter condensação; como revestimento decorativo de parede; como subcobertura de galpões e debaixo do telhado, entre outros. Ao todo, são 97 aplicações diferentes. Chega a custar do preço dos preços convencionais.
VANTAGENS
Os produtos feitos com lã de PET são de fácil manuseio, não esfarelam, não provocam coceira, não dão alergia, não mofam, não absorvem ou retêm umidade, não proliferam fungos e bactérias, por secar rapidamente. E não deformam. Segundo Cohab, esse tipo de material aplicado em forros, dry wall e pisos não têm dificuldades de aplicação e nem exigem treinamento especializado.
LOGÍSTICA REVERSA
A corrida das empresas do ramo de construção por produtos mais sustentáveis é para atender os clientes que aderem a esse conceito e com responsabilidade sócio-ambiental. E também para respeitar a nova legislação de logística reversa, que consiste na coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento.