OK
Close

O tradicional Jantar Medieval

Cosmópolis

ANDRÉ ROSSI COSMÓPOLIS | 16/12/2016-00:59:39 Atualizado em 16/12/2016-01:14:20
Divulgação
TABERNA FOLK | Grupo foi criado em 2008 e organizava um "jantar entre amigos", mas evento foi crescendo e na última edição atraiu 1.400 pessoas

O Jantar Medieval Taberna Folk, de Cosmópolis, que chegará a sua nona edição, só será realizado em 10 de junho de 2017. Entretanto, o tradicional evento já começou a ser organizado pelos membros da banda Taberna Folk, que são os idealizadores do projeto.
Como o próprio nome já deixa implícito, trata-se de um jantar com temática medieval. Apesar de não ser obrigatório, a grande maioria do público que prestigia o evento vai a caráter.
De acordo com o músico e integrante da banda, Ricardo Amaro de Oliveira, o jantar é praticamente uma confraternização entre amigos da banda. Ao longo dos anos, o interesse pelo evento aumentou gradativamente, segundo ele.
"Começou como um jantar entre amigos mesmo, eram umas 50 pessoas. Só que na última (edição) já foram cerca de 1.400 pessoas, contando com organização e tudo. Consideramos quase uma festa particular. Só vendemos ali para o círculo de fãs, amigos, e geralmente se esgota (os ingressos) em um, dois dias. A venda provavelmente ocorrerá em abril", explicou Oliveira.
Apesar de concorrido, os ingressos são vendidos em plataformas digitais. Os interessados podem acompanhar as atualizações sobre o evento pelo perfil "Taberna Folk" no Facebook.
"Tentamos dar um ar temático, todo mundo vai caracterizado. Temos algumas barracas temáticas, venda de produtos, arquearia, lutas de recriacionismo, música e algumas apresentações. Lançamos a data já para o pessoal já reservar, para não atrapalhar o evento de ninguém", comentou Oliveira.
TABERNA FOLK
A banda Taberna Folk surgiu em 2008, formada por cinco amigos que estudavam música clássica. Inicialmente, a ideia era tocar apenas música medieval, porém o grupo acabou incorporando músicas do folclore europeu, desde o medieval até músicas mais contemporâneas.
"Meu amigo organizava um evento, uma festa medieval, mas só tinha heavy metal. Aí ele pediu para eu levar alguma proposta temática para a noite. Comecei a pesquisar ao invés de somente apresentar música medieval. Acabei encontrando e conhecendo musica folk europeia, e muitos grupos tradicionais que tinha a ver. Era para ser só uma apresentação para passar tempo, mas levamos a frente", contou Oliveira.