OK
Close

Nota Paulista distribui R$ 14,7 mil

Cosmópolis

ANDRÉ ROSSI COSMÓPOLIS | 16/12/2016-00:59:29 Atualizado em 16/12/2016-01:07:46
Arquivo | TODODIA Imagem
SANTA GERTRUDES | Receberá 94,1% do total da verba, repassada através de cupons fiscais sem CPF

Até outubro deste ano, seis entidades assistenciais de Cosmópolis acumularam R$ 14.723,06 em créditos e sorteios da Nota Fiscal Paulista. No total, a entidade que mais receberá doações é o Hospital Beneficente Santa Gertrudes, que arrecadou Sozinha 94,1% do total destinado à cidade. Os dados são da Secretaria de Fazenda do Estado de São Paulo.
Os valores são repassados pelo governo do Estado no final de cada semestre. Os cupons fiscais sem o CPF (Cadastro de Pessoa Física) do consumidor são doados às entidades, que fazem o cadastro para receber o retorno dos créditos.
Segundo dados da Fazenda, seis entidades de Cosmópolis têm direito a receber R$ 14.723,06 em créditos das notas e de sorteio. Desse valor, R$ 13.859,64 são destinados ao Hospital Santa Gertrudes.
Segundo o presidente do hospital, Cesar Pachecho, um voluntário é responsável por cadastrar as notas doadas para que a entidade possa receber as doações. "Aqui, cada R$ 1 é muito importante. Tudo que vem para ajudar o hospital é bom. Esse dinheiro nos ajuda a complementar e manter os serviços", afirmou.
Porém, nem todas as entidades conseguiram arrecadar valores como o do hospital. No caso do Lar dos Idosos Irmã Rosália, foram R$ 12,88 de janeiro a outubro, segundo o balanço do Estado.
A direção do local informou que pretende iniciar um "trabalho mais intenso" com os comércios da cidade para aumentar a arrecadação. "Estamos com dificuldade de mão de obra, mas vamos começar um trabalho mais intenso de implantação do sistema", informou.
As entidades mantêm caixas para coleta das notas nos estabelecimentos comerciais. Para colaborar, na compra, o consumidor não deve inserir seu CPF (Cadastro de Pessoa Física) na nota fiscal. Depois é só depositar ela em uma caixa identificada com o nome da entidade no estabelecimento.
A reportagem do TODODIA não conseguiu contato com as demais entidades até o fechamento desta edição.