OK
Close

3ª fase da reforma é concluída

Cidades

guilherme mazieiro americana | 19/11/2016-00:30:52 Atualizado em 19/11/2016-00:28:44
TODODIA Imagem
BASÍLICA | Igreja teve a pintura refeita de acordo com as cores originais

Representantes da Basílica Santuário de Santo Antônio de Pádua, em Americana, anunciaram ontem a finalização da terceira fase da reforma do templo. O trabalho que restaurou e reparou a nave central, colunas e o átrio interno da edificação se estendeu por sete meses. Uma missa amanhã, às 10h, celebrará a reforma junto aos fiéis.
Em fevereiro de 2017 deverá ser lançada a quarta fase de restauração, em que será feita a pintura externa do local e reparos em um salão festivo. Essa, que será a última fase, não tem data para ficar pronta e deve custar R$ 400 mil.
A obra desta terceira fase custou R$ 300 mil, no entanto apenas R$ 161 mil foram arrecadados junto a 692 doadores, fazendo com que a igreja acumule R$ 139 mil em dívidas, ou seja, 46% do custo da manutenção.
Esse valor corresponde a materiais adquiridos de empresas e lojistas no município. "Conforme o dinheiro entra e a gente repassa. Muitos (comerciantes) entendem a situação e permitem facilidades para pagar os valores. Além disso, é importante ressaltar que essa obra foi feita com contribuição exclusiva da comunidade. Não tivemos auxílio governamental ou empresarial", analisou o reitor da Basílica, padre Leandro Ricardo.
Participaram da entrega o bispo da Diocese de Limeira, Dom Vilson Dias de Oliveira, e a arquiteta responsável, Juliana Binotti. Ainda pela manhã, funcionários faziam os últimos ajustes na pintura do templo.
"Trouxemos de novo a vivacidade das cores, isso por conta de alguns problemas com excesso de luz, infiltrações. Voltamos às cores originais da basílica", explicou a arquiteta.
Em julho do ano passado surgiu um impasse entre a Igreja e o Condepham (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico e Cultural de Americana), em razão da escolha das cores que seriam usadas na pintura. O conselho questionava os motivos das substituição das cores originais do templo. Após reuniões em conjunto, a direção do templo aceitou em fazer a reforma com as cores de origem.