OK
Close

Biblioteca oferece aulas de braile

Sumaré

ANDRÉ ROSSI SUMARÉ | 11/11/2016-00:45:57 Atualizado em 11/11/2016-00:45:56
Claudeci Junior | TODODIA Imagem
BIBLIOTECA | Local das aulas

A Biblioteca Municipal "Professor Plínio Machado da Silva", de Sumaré, abriu inscrições para aulas de braile. Os encontros ocorrem de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na sede da biblioteca, localizada na Rua Geraldo de Souza, nº 157/221, no Jardim Carlos Basso.
As aulas são gratuitas e ministradas pela professora Maria Giudete Maia Fernandes. O aluno poderá escolher dois dias na semana para ter aula, que tem duração de uma hora. O curso não tem um prazo específico para terminar; a pessoa pode frequentar até aprender a ler o sistema.
"Temos o objetivo de ensinar todos os interessados, sempre pensando na inclusão de todos os segmentos da sociedade. Conseguimos inserir essas aulas na biblioteca por meio de uma parceria com a Secretaria de Educação, que nos emprestou a máquina de escrever em braile. Além disso, nossa biblioteca tem um grande acervo e vários materiais que serão utilizados para as aulas", explicou a gerente da biblioteca, Natália Siconha.
Os interessados devem entrar em contato pelo telefone (19) 3828-8342 para agendar um horário.
BRAILE
O sistema braile é um processo de escrita e leitura baseado em 64 símbolos em relevo. Pode-se fazer a representação tanto de letras, como algarismos e sinais de pontuação. Ele é utilizado por pessoas cegas ou com baixa visão, e a leitura é feita da esquerda para a direita, ao toque de uma ou duas mãos ao mesmo tempo.
O braile hoje já está difundido pelo mundo todo e, segundo pesquisa "Retratos da Leitura no Brasil", de 2008, do Instituto Pró-Livro, 400 mil pessoas leem braile no País.