OK
Close

Bugre em busca de vantagem

Esportes

AGÊNCIA OLEPRESS CAMPINAS | 28/10/2016-23:34:28 Atualizado em 28/10/2016-23:34:18
Arquivo | TODODIA Imagem
FUMAGALLI | Decisivo na semifinal, quer repetir a dose na decisão

A decisão do Campeonato Brasileiro da Série C começa hoje, às 19h15, no Brinco de Ouro, em Campinas, entre Guarani e Boa Esporte (MG) e termina na semana que vem, em Varginha (MG). A Série C será decidida em 180 minutos, e os primeiros 90 minutos têm o mando de jogo do Bugre, que tenta abrir vantagem para viajar a Minas pelo menos podendo empatar. O jogo terá transmissão ao vivo da TV Brasil e do EI Maxx.
O time campineiro não sabe o que é perder em casa até agora. Foram 11 jogos, sendo nove vitórias e dois empates. Uma das vitórias foi sobre o próprio Boa, no primeiro turno da primeira fase, por 2 a 1, com gols de Edinho e Fumagalli, enquanto Daniel Cruz descontou para o time mineiro.
O jogo tem tudo para ser equilibrado, como pede uma decisão, e o adversário mostra sua série invicta como carta de apresentação - já são 14 jogos sem perder.
O Bugre não terá o lateral-esquerdo Gilton e o atacante Deivid, suspensos. Na lateral joga Denis Neves, já na frente o técnico Marcelo Chamusca estuda algumas opções. Uma delas é reforçar a marcação no meio e soltar Fumagalli para que se aproxime ainda mais da área, como aconteceu contra o ABC, quando fez três gols e participou diretamente de outro.
A motivação é uma das grandes armas do Bugre. Depois da vitória histórica diante do ABC (RN), 6 a 0, a torcida foi às bilheterias e até ontem, no final da tarde, havia adquirido cerca de 13 mil ingressos.
Quis o destino que os dois melhores times da primeira fase do Grupo B - e da competição - chegassem à final.
Na soma, o Boa leva vantagem. Na somatória de todas as fases, os mineiros somam 45 pontos contra 44 do Bugre, por isso decidem o título em casa.
"Estamos encarando como uma grande oportunidade de colocar nosso nome na história do clube. Conseguimos um objetivo importante (acesso) e a retomada do crescimento, mas estão todos focados, concentrados, num momento importante, que é a possibilidade da conquista de um título. Todos estão trabalhando muito juntos em prol do mesmo objetivo", afirmou Chamusca.
Para chegar a essa final, o Bugre foi o primeiro colocado do grupo B na primeira fase e eliminou nos mata-matas ASA e ABC.
"Temos que trabalhar dentro da nossa real possibilidade, fazer 180 minutos com mais regularidade. Precisa oscilar menos e fazer uma partida mais consistente. A ideia é que jogando em casa possamos nos impor e conseguir uma vantagem, sabendo que vamos enfrentar um adversário perigoso", concluiu o treinador do Guarani.