OK
Close

Pioneirismo também na Internet

Especial 20 Anos

ANDRÉ ROSSI REGIÃO | 28/10/2016-00:44:23 Atualizado em 28/10/2016-01:48:53

Além de ser pioneiro na questão da integração das cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas), o TODODIA também foi o primeiro na região a desbravar lá na década de 1990 uma plataforma que hoje é fundamental na vida da população: a Internet. O jornal foi o primeiro da região a lançar um site, em 1997, quando a publicação completava seu primeiro ano de existência.
Na época, a experiência foi inovadora e criada com o objetivo de aproximar o jornal de seu público. Já naquele ano o site contava com recursos avançados para os anos 90, como som e animações. Além disso, todo o conteúdo publicado na edição impressa era disponibilizado no site na íntegra.
Com o tempo, o portal foi evoluindo graficamente. A última reformulação geral ocorreu em outubro de 2014.
Em agosto deste ano, a Rede TODODIA de Comunicação lançou a assinatura digital do site, que garante acesso a todo o conteúdo disponível na edição impressa e também às reportagens que são publicadas ao longo do dia no portal www.tododia.com.br.
A novidade veio acompanhada de um aplicativo exclusivo para dispositivos móveis, que permite a leitura da edição impressa do jornal em versão flip nos sistemas operacionais Android e iOS. A assinatura mensal custa R$ 9,90, mas também há o pacote semestral (2x de R$ 27) e o anual (3x de R$ 33). O valor é o menor praticado entre os veículos de comunicação da região que oferecem esse tipo de serviço.
TENDÊNCIA
De acordo com a professora de jornalismo da PUC (Pontifícia Universidade Católica) de Campinas Cecília Toledo, o desafio do jornalismo no interior é “conseguir reconstruir o conceito de notícia local com a força da Internet”. A forma como o TODODIA trabalha as notícias no site, com atualizações sobre os principais acontecimentos durante o dia e um texto mais aprofundado na edição impressa no dia seguinte, é apontado como ideal pela especialista.
“Quando eu ligo o rádio fico sabendo de um acidente nas estradas que norteiam a região. Na Internet, eu encontro um texto um pouco mais completo. E o que sobra para o impresso? O jornalismo regional continua fundamental na vida das pessoas desde que consigamos fazer essa ponte. (...) Na minha opinião, vai ficar para o papel essa repercussão mais detalhada, esse aprofundamento maior daquilo que é dado no on-line (site), no rádio e na TV”, afirmou Cecília.
Outra tendência apontada pela professora é repercussão de acontecimentos nacionais no contexto da região. Esse é outro aspecto trabalhado pelo TODODIA, que repercutiu, por exemplo, o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) na região.
“Mais do que nunca o jornalismo regional tem uma função importante, porque muitas vezes os jornais tratam dos assuntos macro, e não atingem muito a nossa vida (de quem está no interior). (...) Quando eu vejo uma notícia de algo que aconteceu no Norte (do País) ela pode ser interessante, só que ela vai me interessar muito mais se a situação atingir de alguma forma a minha cidade”, explicou Cecília.

Comentários