OK
Close

Crivella é eleito no Rio com 59,4% dos votos

Eleições

30/10/2016-20:38:31 Atualizado em 30/10/2016-20:41:47

O senador Marcelo Crivella (PRB) foi eleito prefeito do Rio de Janeiro após vencer Marcelo Freixo (PSOL) no segundo turno. Crivella teve 59,4% dos votos e Friexo 40,6%. A abstenção foi de 26,85% dos eleitores.
Apesar da derrota, o deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL), disse na noite de domingo (30) que a "vitória" foi ter colocado o povo novamente nas ruas. "É bonito demais o que aconteceu no Rio. A nossa vida não é movida pelas urnas. Devolvemos as pessoas para as praças. Isso foi o mais simbólico", afirmou Freixo. "Mostra também uma resistência de um projeto de esquerda que renasce no Rio e pode voltar", acrescentou.
Professor de história nascido em Niterói, Freixo disse que o sonho "ainda está começando" e não quis falar do futuro. "Não quero falar de 2018 ou 2020. Apresentamos um projeto que quero voltar a discutir com todos já no próximo mês", afirmou o candidato, que teve apenas 11 segundos no programa de TV no primeiro turno.
Ela acusou o senador Marcelo Crivella de ter feito uma campanha "obscurantista". "Fizemos uma campanha dentro do campo ético. Mostramos que a vitória é possível", disse. Antes e depois do discurso de Freixo, os eleitores gritavam "fora, Temer".
O deputado contou com o apoio de vários artistas, entre eles o ator Wagner Moura e os cantores e compositores Caetano Veloso e Chico Buarque.
Foi a segunda tentativa de Freixo para chegar no comando. Em 2012, ele perdeu para o prefeito Eduardo Paes (PMDB) no segundo turno. Na ocasião, o pemedebista teve 64,60% dos votos válidos (2.097.733), e Marcelo Freixo (PSOL), 28,15% (914.082).
Ameaçado de morte por milícias do Estado, Freixo teve dificuldade para fazer campanha na zona oeste da cidade, área na qual se concentram os grupos.

Comentários