OK
Close

Frota dispara e plano é esquecido

Santa Bárbara d'Oeste

ANDRÉ ROSSISANTA BÁRBARA D'OESTE | 14/05/2016-00:42:24 Atualizado em 14/05/2016-00:43:42
Matheus Reche | TODODIA Imagem
TRÂNSITO | Obras são citadas

Em um período de dez anos, a frota de veículos de Santa Bárbara d'Oeste apresentou crescimento de 78,1%. Entretanto, a cidade ainda não conta com um Plano de Mobilidade Urbana, exigência para as cidades com mais de 20 mil habitantes, e por isso não pode requerer recursos federais destinados à mobilidade.
De acordo com dados do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), em março de 2006 havia 74.809 mil veículos na cidade. Dez anos depois, em março de 2016, o número já é de 133.240 mil.
A Política Nacional de Mobilidade Urbana prevê que o plano deve traçar diretrizes e viabilizar o transporte viário dos municípios de médio a longo prazo com o objetivo, inclusive, de sanar problemas no transporte individual e coletivo, como congestionamentos e ausência de opções de modais aos cidadão. O plano tem que ser revisado a cada dez anos ou em um período mais curto, caso haja necessidade.
A promotora de vendas Jéssica Amanda, 23, dirige moto na cidade desde que atingiu a maioridade. Na opinião dela, o aumento do tráfego foi perceptível. "Tem bastante movimento. Percebo o aumento principalmente de carros. É difícil porque o pessoal não respeita moto, principalmente caminhão. Você tem que dirigir por você e polos outros", disse.
Segundo o secretário de Segurança e Trânsito e Defesa Civil, Rômulo Gobbi, o aumento da frota não causou congestionamentos anormais na cidade. "Existem em horários de pico pequenos congestionamentos, como em todas as cidades de porte médio e grande", disse.
A não elaboração do Plano de Mobilidade também não teria atrapalhando os investimentos no setor viário da cidade, na visão do secretário. "Não atrapalhou porque, por conta da crise, as verbas federais encontram-se contingenciadas. Mesmo assim, várias obras viárias de melhoria da mobilidade foram e estão sendo viabilizadas. Por exemplo a duplicação da Avenida Mogi Guaçu, da Avenida Sebastião Furlan (...). Além disso, várias alterações de vias com sistema binário foram efetivadas na cidade, com o objetivo de ordenar o trânsito. Tudo isso, reduziu os acidentes em 20% em 2015", afirmou Gobbi.
A assessoria de imprensa da Prefeitura de Santa Bárbara d'Oeste informou que a Secretaria de Planejamento "trabalha na elaboração do termo de referência para contratação de consultoria" para a execução do Plano de Mobilidade Urbana.

Leia Mais