OK
Close

A aposentadoria do calhamaço

TODODIA Express

ARTHUR MENICUCCIREGIÃO | 30/05/2016-20:49:18 Atualizado em 30/05/2016-20:57:34

Uma ferramenta virtual de prestação de contas em condomínios evita que até 600 mil folhas sejam impressas por mês e promete agilidade e transparência no fechamento contábil. O aplicativo foi desenvolvido em outubro de 2014 por uma administradora e, até este mês, teve adesão de 1,7 mil dos cerca de 2 mil empreendimentos atendidos pela empresa em Campinas, na Capital e Grande ABC.
Segundo o advogado do Secovi (Sindicato da Habitação) de Campinas, Eric Camargo, a busca por "pastas digitais" cresce entre as administradoras, que buscam redução dos custos e otimização do trabalho.
A ferramenta oferece interatividade na aprovação das contas, segundo a empresa Lello, que investiu R$ 1,5 milhão no desenvolvimento do aplicativo. Com o método tradicional, os condomínios recebem as pastas de documentos das administradoras e demoram em média cinco meses para devolvê-los, porque, além da conferência pelo síndico, passa pelos conselheiros.
"Agora, tudo isso pode ser feito no ambiente on-line. Todos os lançamentos e comprovantes sobre recebimentos, despesas com pessoal do prédio, serviços terceirizados, consumos, contratos de manutenção e conservação, transferências contábeis e financeiras, tributos e taxas e contas extraordinárias podem ser consultados pelo aplicativo", aponta a Lello. Segundo a empresa, cada conta pode ser verificada pela Internet e aprovada de forma on-line, sem que precise passar separadamente pelos envolvidos.
A contadora e síndica do condomínio Lumini I de Campinas Tatiana Papasian Palma conta que usa o aplicativo há cerca de três meses e que a principal diferença é na comunicação entre administradora e condôminos. "Sempre falo que quando precisarem, eles (moradores) podem olhar no portal. Facilita bastante e dá mais transparência pro trabalho", comenta.
A agilidade também é lembrada pela contadora. "Acaba agilizando, não fica centralizado comigo, o que às vezes acontece de alguém querer ver comprovante, pagamento, tem que agendar com o sindico, como tá digitalizado, nem precisa".
TRANSPARÊNCIA
Para o advogado do Secovi, a busca por priorizar pastas digitais cresce entre as administradoras de condomínios. Segundo ele, muitas empresas enviam "pastas digitais" por e-mail e investem em fórmulas para reduzir gastos com papéis, por exemplo.
Camargo afirma que é possível que a tecnologia substitua as antigas pastas, desde que haja fidelidade nas documentações. "É fundamental que o aplicativo tenha a guarda dos documentos pretéritos, por exemplo. (...) Se ele substitui com fidelidade, ele é interessante, primeiro por que economiza", aponta.
"Se houver segurança nas informações, ele atingiu o objetivo. Principalmente com comprovante de pagamento, com boleto, imposto recolhidos. Precisa ter segurança para o condomínio, que ele não seja cobrado por um débito já pago (...) É fundamental que a pasta digital consiga reproduzir com fidelidade todas as contas".