OK
Close

Série de consumo consciente lança o seu último desafio

Cultura e Entretenimento

Autor: DA REDAÇÃO SÃO PAULO | - 09/07/2015-01h25 - Atualizado em 09/07/2015-20h33
Divulação | Globo
Divulação | Globo
Equipe do "Como Será" entra em clima de festa junina na edição deste sábado

Na última reportagem da série "Menos é Mais", que a Globo exibe aos sábados no "Como Será?", o desafio proposto é descartar corretamente o lixo. A família Bruno, que durante quatro semanas aceitou mudar seus hábitos em busca de um consumo mais consciente, aprende a importância de reaproveitar o que for possível e disponibilizar para a reciclagem o que não tiver mais jeito. Ao longo da série, eles contaram com a ajuda de especialistas em diferentes áreas e aprenderam a não acumular mais objetos inúteis, a economizar água e energia e a se alimentar de forma saudável e com menos desperdício. Amanhã, Sandra Annenberg recebe a família e a repórter Helena Lara Resende para um balanço da mudança de hábitos iniciado com a série. Eles conversam sobre os novos comportamentos adotados e as principais dificuldades enfrentadas. No quadro "Hoje é dia de...", Alexandre Henderson veste a camisa xadrez e parte para Caruaru, em Pernambuco, onde acontece uma das mais tradicionais festas de São João do Brasil. Ele conversa com Elba Ramalho sobre a importância do forró para a cidade, considerada a capital do ritmo no Brasil. O quadro também explica a origem da comemoração, apresentando personagens pitorescos, como a dona Maria do Bolo, que já se tornou um dos símbolos da festa pernambucana. Os cozinheiros contam segredos das delícias típicas e Alexandre promete surpreender o público desvendando a origem da tradição das quadrilhas.
Reportagem de Roberta Chevitarese apresenta o projeto Hortas Comunitárias, da ONG Cidades sem Fome, de São Paulo. O objetivo é ocupar espaços urbanos sem utilidade com pequenas plantações, levando benefícios ambientais às comunidades do entorno e oferecendo oportunidade de geração de renda. José Aparecido é uma dessas pessoas. Há dois anos sem trabalhar, é um dos incluídos no projeto que ocupa um terreno abandonado. Sandra recebe o fundador da ONG Cidades sem Fome, Hans Dieter Temp, no estúdio. Ele ressalta a importância do projeto das hortas comunitárias na produção de alimentos de qualidade, geração de renda e ocupação de áreas urbanas subutilizadas.
O "Expedições Urbanas" desembarca em Curitiba para mostrar o trabalho de Terezinha Vareshi. Dona de um terreno com Mata Atlântica e floresta de araucárias nativas, ela criou a Associação dos Protetores de Áreas Verdes de Curitiba e Região Metropolitana com o objetivo de reunir proprietários de terrenos com vegetação nativa preocupados com a preservação ambiental. Juntos, eles desenvolvem projetos de conservação e proteção dessa vegetação.
Com a alteração do curso do rio São Francisco, como ficam os animais que vivem à margem do Velho Chico? Reportagem mostra o trabalho de estudantes e pesquisadores de Pernambuco que estão resgatando a fauna das áreas de risco na região.
SOBRE O 'COMO SERÁ?'
"Como Será?", parceria do Jornalismo e da área de Responsabilidade Social da Globo com a Fundação Roberto Marinho, tem como objetivo compartilhar com o público experiências transformadoras, exemplos de cidadania e colaborar para a construção de um futuro melhor ao tratar de maneira integrada temas como educação, ecologia, mobilização social, trabalho e inovação. É um espaço para apresentar, conhecer e incluir pessoas e ideias, que conta com a interatividade como grande aliada. O programa vai ao ar às 7h (exceto nas afiliadas com conteúdo regional) e é reprisado na GloboNews e no Canal Futura, aos domingos, às 6h05 e às 15h, respectivamente.