OK

Acesse

Close

Diretor de escola LGBT defende criminalização

Cidades

27/09/2014-02h03 - Atualizado em 28/09/2014-00h41
Arquivo | TODODIA Imagem
Arquivo | TODODIA Imagem
Deco Ribeiro, diretor de escola LGBT: luta pela criminalização

Para o diretor Escola Jovem LGBT, Deco Ribeiro, a grande luta atualmente, depois da aprovação do casamento gay, é a criminalização da homofobia, pois assim os casos seriam registrados pelos termos. "O maior registro de mortes LGBT do País, até dois anos atrás, era feito por um militante, que anotava as mortes que ele via nos jornais em um caderninho. Hoje tem um blog que faz isso, mas o método não mudou muito."
O antropólogo Luiz Mott, concorda com Ribeiro afirmando que o número de agressões a homossexuais são maiores que as notificações. "A subnotificação destes crimes é notória, indicando que tais números representam apenas a ponta de um iceberg de violência. A realidade deve certamente ultrapassar em muito qualquer estimativa."
A psicóloga Bárbara Menezes, responsável pelos atendimentos no Centro de Referência aponta que os casos de agressão se configura principalmente dentro de casa. "Quando atendo famílias, escuto muito 'eu não tenho preconceito, tenho até um amigo gay, mas meu filho não'", afirma.
Além disso, a profissional aponta que a violência física e psicológica em outros espaços sociais é problemática.
A população transgênera sofre ainda mais, aponta Bárbara. "A pessoa trans sofre muito na violação de seus direitos. Tanto nas famílias, que não entendem, quanto no trabalho, onde são discriminadas por quem não reconhece a identidade de gênero e acabam usando o nome de registro", explica ela.
CASAMENTO
A luta pela igualdade de direitos para a população LGBT também caminha na cidade. Após a aprovação da lei que regulamentou o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, em dezembro de 2012, Campinas realizou, no dia 21 de março do ano passado, o primeiro casamento gay coletivo da cidade. De acordo com o Centro de Referência LGBT nenhum caso de divórcio foi registrado entre o grupo. | LP